E Viveram Felizes para Sempre – Julia Quinn:
Série: Os Bridgertons #9
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 256
Classificação: 5/5

Resenha:
E Viveram Felizes para Sempre é um livro extra da série Os Bridgertons, ele contém epílogos de cada uma das oito histórias anteriores, além de uma breve história da matriarca da família, Violet Bridgerton. Assim, esse livro contém sim spoilers dos anteriores, e você vai sim ficar perdido se não tiver lido os outros antes. Dessa forma, eu não aconselho a leitura desse livro de forma independente, porém se tiver interesse em ler a resenha, ela não possui spoilers dos livros anteriores.

Li o oitavo livro, A Caminho do Altar, sabendo que esse “nono” livro existia, mas por algum motivo o considerei como último livro de qualquer jeito. Assim, fiquei extremamente feliz quando vi que a Editora Arqueiro iria publicar esse livro, e que eu poderia revisitar esses personagens tão incríveis. Como fazia bastante tempo que tinha lido o primeiro livro, e sempre tive vontade de pegá-los para reler, aproveitei a oportunidade e fiz uma maratona da série no final do ano, para somente depois ler esses epílogos. E foi incrível.

Com a releitura, me apaixonei mais ainda por essa história toda, e queria histórias dos filhos, netos, sobrinhos, qualquer um. Assim, fui atrás das outras séries que a Julia Quinn escreveu para ver se tinha mais alguma se passando naquele universo, e encontrei a série Quarteto Smythe-Smith, que a Arqueiro vai publicar agora início do ano, e mal posso esperar para poder ler. Além disso, a Julia Quinn começou a publicar uma história dos vizinhos do Edmund, pai de todos os oito personagens, de quando ele era criança, e é outra série que mal posso esperar para ser lançada aqui.

E Viveram Felizes para Sempre é um livro maravilhoso, onde a autora buscou responder dúvidas que ficaram no ar ao final de alguns dos livros, além de dar atenção a alguns personagens secundários que mereciam ter sua história contada, e ainda relembrou momentos engraçados ao longo dos livros, tudo isso nos dando a chance de ver como nossos personagens favoritos estavam após o final dos livros. Além disso, nos deu a chance de conhecer um pouco mais de Violet Bridgerton, que sempre foi muito mais do que apenas a mãe dos oito personagens, e que eu, pelo menos, sempre morri de vontade de conhecer sua história.

Sobre os epílogos, não vou comentar um por um para não perder a graça, mas são maravilhosos, uns melhores que outros, mas todos excelentes. Teve um que quase me matei de chorar, muitos que morri de rir, outros que me encantaram, e a autora soube exatamente como fazer com que cada um deles fosse maravilhoso. A história da Violet era a mais esperada, claro, e não ficou para trás. Conhecemos um pouco mais da personagem, conseguimos entender melhor algumas de suas atitudes durante os livros, além de podermos descobrir como ela e o Edmund se conheceram, e se apaixonaram. Não vou mentir dizendo que fiquei satisfeita só com essa história, queria bem mais, mas acredito que a Julia Quinn soube exatamente o quanto escrever e o quanto não escrever, e trouxe uma história lindíssima.

A edição da Arqueiro está maravilhosa, como sempre, e segue o padrão do resto da série, capa impecável, diagramação simples mas muito bem feita, e notei um erro ou outro, mas nada que atrapalhasse a leitura. Os Bridgertons é uma série que me surpreendeu, não esperava nem um pouco gostar tanto quanto gostei, e é uma série que vai ficar sempre ali, esperando para ser relida sempre que puder. Recomendo sim, a todos que gostam de um bom romance de época, e também a todos que tenham interesse no gênero, é uma série maravilhosa.

Série:
1. O Duque e Eu (resenha)
2. O Visconde Que Me Amava (resenha)
3. Um Perfeito Cavalheiro (resenha)
4. Os Segredos de Colin Bridgerton (resenha)
5. Para Sir Phillip, com Amor (resenha)
6. O Conde Enfeitiçado (resenha)
7. Um Beijo Inesquecível (resenha)
8. A Caminho do Altar (resenha)
9. E Viveram Felizes para Sempre.


Tecnologia do Blogger.