A Garota Sem Passado – Michael Kardos:
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 304
Classificação: 3/5

Resenha:
Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas quando vi nos lançamentos da Arqueiro e li a sinopse, achei bem interessante, então decidi ler. Como não sabia o que esperar, nem fui ler com expectativas nem nada, mas mesmo assim não gostei muito. A história é ótima, criativa, e muito bem feita. Porém, não consegui me adaptar ao estilo alternado de narrativa que o autor escolheu, o que estragou bastante a leitura para mim.

Temos duas histórias principais. A primeira conta a história de Meg Miller, uma garota que, quando tinha apenas três anos, escapou de ser assassinada pelo pai, que conseguiu matar apenas a mãe. Porém, foi dada como morta pela polícia e levada para viver com os tios em uma cidadezinha escondida, sob uma identidade falsa, tudo para que o pai nunca a encontrasse, já que ele fugiu e sempre existia o perigo de ele ir atrás dela.

A outra história se passa quinze anos antes, e conta como foram os três dias que antecederam o crime na vida de Ramsey Miller, o pai de Melanie. Ramsey teve uma vida péssima, não conseguia manter um emprego, bebia, brigava, e vivia na prisão. Mas isso mudou quando ele conheceu Allison, sua esposa. Por ela, ele se tornou uma pessoa decente. E por Meg, ele fez de tudo para ser um bom pai.

Agora Meg é Melanie, uma garota de 18 anos que está grávida, e decidida a não deixar seu filho passar pelo mesmo que ela passou. Assim, ela decide desobedecer todas as regras dos seus tios e voltar para sua cidade natal, a fim de descobrir de vez onde está seu pai, e ser uma pessoa livre. Então Melanie, se passando por uma jornalista, irá procurar os antigos conhecidos de seus pais e tentar descobrir mais sobre a vida do pai, de modo a achar alguma coisa que a polícia possa ter deixado passar.

Mas, quanto mais ela busca por respostas, mais perguntas ela obtém. Melanie começa a conhecer a vida de seus pais, como eles eram, e o porquê de ter sido um choque tão grande o crime cometido. Afinal, ninguém nunca conseguiu encontrar um motivo qualquer para Ramsey ter tido um ataque naquele dia e resolvido assassinar sua família daquela maneira tão cruel. E como ele conseguiu se manter escondido por todo aquele tempo? Melanie vai entrar em um caminho sem volta nessa perseguição, e o final pode não ser nada do que ela espera.

Michael Kardos criou uma história interessantíssima, e muito bem pensada. É incrível como as coisas fazem sentido quando você lê, mas é impossível chegar nas respostas por conta própria. O desfecho me surpreendeu completamente, em praticamente nenhum momento adivinhei o que iria acontecer. Porém, a alternância de narrativas realmente não me agradou. Cada vez que eu me conectava com uma das histórias, o autor ia lá e pulava para a outra, e eu tinha que começar tudo de novo. Assim, o livro acabou ficando monótono, e foi me prender só lá para o finalzinho. Para mim isso realmente não funcionou, e estragou o que teria sido um livro maravilhoso.

A edição da Arqueiro é simples, bem feita, possui uma capa que combina com a história, e não notei erros significativos durante a leitura. Sobre o livro, indico bastante para aqueles que gostam de um bom suspense policial, mas principalmente para aqueles que não se importam com a quebra constante da história. É uma história muito boa, e que para mim só perdeu pontos pela narrativa mesmo.


Tecnologia do Blogger.