O Príncipe dos Canalhas – Loretta Chase:
Série: Canalhas #3
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288
Classificação: 4/5

Resenha:
O Príncipe dos Canalhas é o terceiro livro da série, porém não há necessidade de ser lido na ordem, já que são livros independentes. Não há spoiler nenhum dos livros anteriores nessa resenha, já que eles nem foram lançados aqui no Brasil.

Esse livro me chamou a atenção por vários motivos: eu adoro romances de época, ele estava sendo muito elogiado por todos, a Arqueiro anda lançando romances de época incríveis, e a história parecia muito boa. Assim, como as minhas expectativas estavam altíssimas, fiquei com medo de me decepcionar e enrolei para ler (e depois mais alguns meses para resenhar). Não foi tudo o que eu esperava, mas mesmo assim Loretta Chase criou uma história ótima.

Em O Príncipe dos Canalhas temos Jessica Trent, uma mulher a frente de seu tempo, que chega a Paris determinada a salvar seu irmão, Bertie, das más influências do lorde Bezebu. Jessica não liga muito para o que a sociedade pensa, ela não está desesperada para se casar, mesmo estando já com uma idade considerada avançada. Ela se recusa a se casar com qualquer um por dinheiro. Afinal de contas, ela não precisa, ela sabe muito bem se virar sozinha. Tudo o que quer é levar seu irmão de volta para a Inglaterra, e abrir sua loja.

E temos lorde Belzebu. Sebastian Ballister é o marquês de Dain, um homem desprezado pelo pai e pelos colegas por não ter os traços comuns à época, por ser diferente. Ele precisou aprender desde cedo a mascarar seus sentimentos. Decidiu que, já que é desprezado sem ter feito nada de errado, ele pode muito bem dar motivos para sua reputação. Se eles querem considera-lo um monstro, ele será um monstro. E Dain vai fazer de tudo para manter essa reputação.

Desde a primeira vez que se encontram, Jessica e Dain não podem negar a atração que sentem. Porém, nenhum dos dois está interessado em ceder a essa atração. Afinal de contas, Jessica veio a Paris justamente para afastar Dain de seu irmão, e não o contrário. E ela conhece muito bem da reputação dele. E Dain jamais iria se envolver com uma dama, ele sabe que isso nunca daria certo. Mas como eles conseguirão se manter afastados?

A história entre eles vai começar como um jogo, um tentando fazer o outro desistir, tentando conseguir o que quer. E, quanto mais eles provocam um ao outro, mais eles se envolvem, e mais vai ficando óbvio o que irá acontecer. Porque Dain vai perceber que pode ter encontrado alguém que o veja de verdade, que veja quem ele realmente é. E Jessica vai encontrar alguém que a desafie, que esteja ao seu nível. Alguém com quem ela realmente gostaria de estar.

Eu não achei O Príncipe dos Canalhas tudo aquilo o que dizem, mas não deixa de ser uma história muito boa e interessantíssima. Gostei bastante dos dois personagens, foram muito bem construídos, e também gostei que a história não ficou só no romance. Temos também um suspense muito bem desenvolvido, o que eu adorei. A edição da Arqueiro está linda, a capa é maravilhosa, a diagramação é simples, mas bem feita, e eu não notei muitos erros. Loretta Chase traz uma história ótima que agradou a maioria, e que vale muito a pena ser lida. Indico para quem gosta de romances de época.

Série:
1. The Lion’s Daughter
2. Captives of the Night
3. O Príncipe dos Canalhas
4. O Último dos Canalhas (resenha).


Tecnologia do Blogger.