O Último dos Canalhas - Loretta Chase:
Série: Canalhas #4
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 304
Classificação: 4/5

Resenha:
O Último dos Canalhas é o quarto livro da série, porém, apesar de os personagens do livro anterior aparecerem bastante (não sei sobre os anteriores porque não foram lançados aqui), não há necessidade de ler eles na ordem, já que são livros independentes. Eu recomendo a leitura desse após a leitura de O Príncipe dos Canalhas, mas não estraga nada ler esse sozinho, já que os spoilers são óbvios.

Aqui temos Vere Mallory e Lydia Grenville como personagens principais. Vere vem de uma família enorme, porém que vem acompanhada quase que de uma maldição. Seus pais morreram quando ele era criança, sendo seguidos por seu tio, seus primos, e até mesmo seu sobrinho. Isso contando só os parentes mais próximos. E é assim que Vere acaba se tornando o duque de Ainswood, mesmo estando inicialmente tão longe da linha de sucessão.

Lydia teve uma vida difícil, desde pequena. Sua mãe morreu logo depois que a irmã nasceu, e seu pai nunca foi um bom pai, nem mesmo uma boa pessoa. Acabou indo morar com os tios, mas desde sempre entendeu que precisaria se virar sozinha. Agora, adulta, ela se mantém trabalhando como jornalista em um pequeno jornal. Lydia escreve sobre as injustiças do mundo, sobre os problemas sociais, e não vê problema nenhum em atacar diretamente alguma pessoa.

Mas ela não se contenta só em escrever sobre os problemas sociais. Lydia faz o que pode para ajudar as pessoas, principalmente em relação às jovens que chegam sozinhas a Londres em busca de uma vida melhor, e que muitas vezes acabam caindo nas mãos de uma cafetina, que as obriga a se prostituir. E é justamente em uma tentativa de resgatar uma jovem que ela acaba conhecendo o duque de Ainswood. E ele é exatamente o que ela esperava que fosse.

Um homem que não se importa nem um pouco com os outros, e que usa seu título como desculpa para desprezar as pessoas. Um homem que poderia fazer uma diferença enorme no mundo, mas que prefere continuar com sua vida sem se importar com nada. Um perfeito canalha. Assim, eles acabam começando uma discussão, que acaba gerando uma plateia. E, na frente de toda aquela plateia, querendo cala-la, Vere a agarra e a beija. Mas as coisas não saem como planejadas, e ele acaba nocauteado por ela, na frente de todas aquelas pessoas.

Uma coisa que Vere não suporta é ser ridicularizado, e ele jura se vingar, manchando a reputação dela. Ele achou que seria fácil fazê-la se apaixonar por ele, mas vai descobrir que Lydia não é uma mulher comum. Ela sabe se defender muito bem e, principalmente, atacar de volta. E assim eles vão provocar um ao outro, atacar um ao outro, até finalmente perceberem que estão os dois completamente apaixonados um pelo outro.

Gostei bem mais desse livro do que do anterior, aqui a autora trouxe bem mais história. Temos personagens secundários muito bem trabalhados e que possuem suas próprias histórias desenvolvidas ao longo do livro, temos personagens lutando de todas as formas contra as injustiças da sociedade, temos investigação, perigo, sequestro, luta, além de romance, surpresas, competições, e tudo o que se puder pensar. Além disso, a autora ainda trouxe os personagens de O Príncipe dos Canalhas para a história, e encaixou eles perfeitamente nesse livro.

A edição da Arqueiro está ótima, a capa combina bem com a história, a diagramação está boa, no mesmo padrão que a do livro anterior, e eu não notei erros de revisão nem nada que atrapalhasse a leitura. O Último dos Canalhas é um livro muito bem feito, a autora conseguiu colocar muita coisa na história e, mesmo assim, não deixou nada exagerado. Quem gostou do anterior com certeza vai amar esse, e mesmo quem não gostou tanto assim vale a pena ler, esse é muito melhor.

Série:
1. The Lion’s Daughter
2. Captives of the Night
3. O Príncipe dos Canalhas (resenha)
4. O Último dos Canalhas.


6 Comentários

  1. Estou bem curioso para ler os livros da Loretta, as histórias parecem ótimas, cheias de vários gênero diferentes e com uma escrita ótima! Ansioso p/ poder ler, apesar de não ser habituado com romances históricos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan! Realmente, a autora escreve não somente um romance histórico comum, ela traz algumas coisas a mais para o livro. Tomara que você goste, mesmo não sendo acostumado a ler esse gênero :)

      Beijos

      Excluir
  2. Oi!
    Quero muito ler essa serie da Loretta Chase, adoro os romances de época e esse livro me conquistou principalmente por temos uma mocinha determinada e forte e que fuja dos padrões da sociedade daquela época, também parece ser uma leitura engraçado principalmente quando o Vere e a Lydia estão juntos !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana! Lydia é realmente diferente da maioria das mulheres de romances de época que eu já vi, e dá para dar boas risadas quando ela e o Vere se encontram. Espero que goste :)

      Beijos

      Excluir
  3. O que mais me desagrada é essa repulsa que sempre existe entre os protagonistas que ao final do livro acabam em um romance tórrido.
    Eu geralmente quase nunca leio romances ainda mais sendo de época, o diferencial desses é que possuem outros elementos não apenas o romance, como a luta contra as injustiças, mas não sei se leria.
    A Arqueiro anda publicando vários livros do gênero e agradando os fãs, o que é muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi David! Realmente, essa repulsa é bem comum nesses livros, nunca tinha parado para pensar rs.

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.