Predestinadas – Jessica Spotswood:
Série: As Crônicas das Irmãs Bruxas #3
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288
Classificação: 5/5

Resenha:
Predestinadas é o terceiro e último livro da trilogia As Crônicas das Irmãs Bruxas. Então, se você ainda não leu os livros anteriores, eu aconselho que você não leia esta resenha, pois ela contém spoilers.

Enfeitiçadas pode ter me pegado de surpresa, já que eu não esperava gostar tanto, mas isso não diminui o mérito da história, que é incrível. E isso se comprova lendo os outros dois livros já com expectativas altas, e mesmo assim me impressionando. Predestinadas não ficou nem um pouco atrás dos outros dois, e essa foi uma trilogia como poucas outras, se manteve incrível do início ao fim.

Nesse terceiro livro não temos tempo para enrolação. Cate está desolada com a traição da irmã, e sente que nunca vai conseguir perdoa-la. Ao mesmo tempo, tem que se manter forte para lutar contra a irmã Inez, que agora é a diretora da Irmandade, e que não pensa como Cate. Juntamente com isso, precisa arranjar uma forma de proteger Tess até dela mesma, pois Tess está começando a acreditar que está ficando doida.

Cate sente que não precisa mais proteger somente a ela e as irmãs e se preocupar com a profecia sobre elas. Agora, ela anda carregando o peso da segurança de todas as garotas da Irmandade, bruxas ou não, além de todos os necessitados que estão por aí. Depois do ataque ao conselho da Fraternidade e da fuga das garotas presas em Harwood, os Irmãos estão doidos por vingança.

E esses “ataques” vão acabar sendo a desculpa que eles precisavam para impor medidas ainda mais drásticas, principalmente com o novo conselho. Com uma onda de febre mortal se espalhando pela Nova Inglaterra, e os irmãos atribuindo a culpa às bruxas, Cate precisa achar uma forma de trazer a verdade à população. E ela vai encontrar aliados inesperados para essa revolução, vai descobrir que nem todos são tão contrários assim às bruxas, principalmente depois de todo o terror que a Fraternidade anda trazendo.

E Cate vai se ver cada vez mais no meio de uma batalha que ela nunca pensou em entrar, lutando para proteger aqueles que ela ama, ao mesmo tempo em que precisa deixa-los fazerem suas próprias escolhas. Cate vai precisar colocar sua vida nas mãos de pessoas que ela nunca pensou em confiar, pessoas que ela mal conhece, tudo para lutar uma batalha que ela nem está tão convencida assim de que pode ganhar. E o resultado dessa batalha ela não pode nem imaginar, apenas torcer para que tudo dê certo.

Posso ser meio tendenciosa, já que adoro histórias de bruxas, mas não posso reclamar de absolutamente nada dessa trilogia. Predestinadas fechou perfeitamente a história e, mesmo querendo que não terminasse nunca, acredito que a autora fechou direitinho, e teve todo o respeito com a história e com os leitores terminando quando devia. A edição da Arqueiro está maravilhosa, muito caprichada. As Crônicas das Irmãs Bruxas é uma trilogia curta, mas que se termina de ler com um sorriso no rosto, com vontade de ler de novo. Recomendo demais.

Série:
1. Enfeitiçadas (resenha)
2. Amaldiçoadas (resenha)
3. Predestinadas.


Tecnologia do Blogger.