Rush Sem Limites – Abbi Glines:
Série: Sem Limites #4 e Rosemary Beach #6
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 192
Classificação: 3/5

Resenha:
Não possui spoilers dos livros anteriores, já que reconta a história do primeiro livro.

Todo mundo já sabe que eu sou viciada nessa série da Abbi Glines. E todo mundo já sabe que eu não costumo gostar de livros que contam a mesma história mas na versão de outro personagem. Juntando isso, eu não sabia muito o que esperar desse livro, apesar de ter certeza de que a leitura não seria uma “perda de tempo”. E acertei. Claro, não é nem de perto o melhor livro da série, fica bem atrás, mas mesmo assim é um bom livro.

Em Rush Sem Limites temos a mesma história de Paixão Sem Limites, mas contada pelo Rush. Blaire Wynn chega à casa de Rush esperando encontrar lá o pai, que a abandonou uns anos antes, mas que agora, depois da morte de sua mãe, é sua única família. Rush não ficou sabendo de nada a respeito dessa vinda de Blaire para sua casa, mas, conhecendo o pai dela, acredita logo que a garota também seja uma interesseira, apesar da cara de inocente que tem.

Dessa forma, ele não fica nem um pouco disposto a aceitar que ela fique morando em sua casa. O problema é que pedir ajuda ao pai era a última opção de Blaire, e ela não tem mais para onde ir. Então Rush, mesmo não acreditando totalmente nela, deixa Blaire ficar em sua casa até conseguir falar com o pai dela. Mesmo não acreditando na garota, Rush fica indignado com a atitude do pai dela que, sabendo que a filha estava vindo ao seu encontro, resolveu viajar.

Rush, apesar da enorme atração que sente pela garota desde a primeira vez que a vê, não está nada animado a tê-la morando em sua casa. Ter Blaire por perto significa magoar Nan, sua irmã. Nan odeia Blaire, e tem motivos para isso, mesmo que Blaire não faça ideia. Assim, Blaire tem que ir embora. Rush vai ajuda-la a encontrar um emprego que pague bem para que ela possa juntar dinheiro e sair logo de sua casa.

Ao mesmo tempo, vai se manter o mais distante possível dela. Porque, quanto mais ele conhece-la, mais ele vai perceber quem Blaire é de verdade, e ele não quer se sentir culpado pelo que fez no passado. Quanto mais ele conhecer Blaire, mais ele vai perceber que alguma coisa não bate com o que ele sabia, que alguma cosia estava bem errada. E, a medida que for se envolvendo com ela, Rush vai acabar se afundando cada vez mais nesse segredo de família do qual ele é o maior culpado.

Rush Sem Limites não traz nada de novidade mesmo em relação a Paixão Sem Limites. A diferença é que vemos o lado do Rush na história, em vez do de Blaire. Não percebi nada que eu realmente não sabia, nada de inovador, mas vale para vermos o lado do Rush mais elaborado. E vale também pelo fato de a história ser boa, então, se foi boa em Paixão Sem Limites, continua sendo boa em Rush Sem Limites. Queria que tivesse sido melhor, claro, mas não foi ruim. A edição da Arqueiro está, como sempre, ótima. O livro é rápido de ser lido, não acrescenta nada de essencial na história, mas é bom para quem gosta da série, que pode ficar mais próximo do personagem principal.

Série:
1. Paixão Sem Limites (resenha)
2. Tentação Sem Limites (resenha)
3. Estranha Perfeição (resenha)
4. Amor Sem Limites (resenha)
5. Simples Perfeição (resenha)
6. Rush Sem Limites
7. A Primeira Chance (resenha).


10 Comentários

  1. Oi Adri! O Rush é o personagem que mais gosto na série e mesmo já sabendo o final, eu adoraria ver o seu lado da história, então acredito que mesmo não sendo o melhor, para quem curtiu os demais, é uma leitura válida. Bjos!!! Cida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida! Penso desse jeito que você falou: para quem gosta dos livros e quer ler mais, a leitura dele é bem válida. Mas quem for ler esperando encontrar alguma novidade vai se decepcionar.
      A história é linda, então eu gostei rs.

      Beijos

      Excluir
  2. Oi Adri,

    Semana passada terminei de ler Amor sem limites e confesso que não fiquei muito interessada em ler a versão do Rush. Mas, agora, depois de ler sua resenha, me simpatizei um pouco mais com a ideia. Quem sabe mais para frente não leio este livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! A história é a mesma do primeiro livro, sabe? Para quem gosta da série acho que vale a leitura, mas para quem não gosta muito não sei se vale a pena. Tomara que você goste :)

      Beijos

      Excluir
  3. Oi!
    Eu realmente não gostei do primeiro livro da série, tanto que acabei nem continuando a ler, então não tenho interesse por esse livro. saber que ele não acrescenta nada na história também não me anima rs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelise! Realmente, se você não gostou do primeiro provavelmente não vai gostar desse, já que é a mesma história, né?

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Adri! Pelo número de páginas o livro realmente deve contar tudo tin tin por tin tin igual Paixão sem limites. Eu amei toda a série, me conectei demais com os personagens, achei o segundo livro o melhor e o terceiro o mais irritante mas ainda assim favoritei os três. Uma coisa tenho certeza que me incomodaria se fosse o terceiro livro todo recontado pelo Rush, aquela Nan é uma cobra nojenta e eu não aguentava ver ele sempre correndo atrás dela. As cenas com ela me irritaram demais. Não tinha muito interesse em ler Rush sem limites mas bateu uma saudadezinha da história agora que até me animou. Gosto bastante de livros com dois pontos de vista. Talvez eu leia.

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Greice! Exatamente, só o que muda mesmo é que em vez de ficar mostrando os pensamentos da Blaire mostra os do Rush, então é só mais pra conhecer melhor o personagem. Se fosse o terceiro livro eu não lia não, não dá para aguentar a Nan.

      Beijos

      Excluir
  5. Eu não consigo gostar dos livros da Abbi, logo provavelmente também não iria gostar desse já que é de um outro ponto de vista, não simpatizei com Rush e muito menos com Blaire, sem falar que a série é enorme, com vários spin-offs e tendo a mesma base, de verdade não conseguiria ler, talvez seja um pouco de preconceito com o que vou encontrar, mas prefiro não arriscar agora, ainda mais sendo um livro mediano e sem acrescentar nada de novo ao que já foi tido pela visão da Blaire.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi David! A série parece ser enorme, mas os livros são curtinhos, você lê eles em duas ou três horas. Mas realmente, se você já não gostou dos personagens, acho que não vale a pena mesmo não.

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.