Resenha: A Rainha Normanda - Patricia Bracewell
Série: Emma da Normandia #1
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 400
Classificação: 5/5

Resenha:
Desde que vi sobre esse livro pela primeira vez fiquei morrendo de vontade de ler. Nunca tinha ouvido falar sobre a Rainha Emma, e como adoro história (principalmente a da Inglaterra), fiquei bem curiosa. Solicitei o livro para a Editora Arqueiro e, assim que chegou, peguei direto para ler. E me apaixonei, terminei o livro morrendo de vontade de saber mais sobre essa época, de pesquisar tudo o possível e, claro, ter em mãos a continuação!

A Rainha Normanda conta a história da Emma da Normandia, uma garota de apenas 15 anos que foi mandada para a Inglaterra para se casar com o Rei Æthelred II. O Rei não tinha a menor vontade de se casar com ela, e a despreza pelo fato do irmão de Emma tê-lo obrigado a torna-la rainha, e não apenas consorte. Emma chega à Inglaterra já cercada de inimigos, e logo vai perceber que, apesar de rainha, ela é uma refém. Ela está ali para garantir que seu irmão cumpra seu acordo para com o Rei, caso contrário ela pode facilmente sofrer algum "acidente". E é por isso que ela precisa ter um filho logo, para garantir sua segurança, seu título, pois seu filho poderia ser o herdeiro do trono.

E isso é um fato muito conhecido pelos filhos do Rei. Mesmo mais novo, um filho de Emma teria prioridade na linha de ascensão. Não importa quantos filhos o Rei teve antes, o filho de Emma teria uma Rainha como mãe. E saber disso não os anima nem um pouco a recebê-la na família. Dessa forma, Emma vai perceber que não tem nenhum aliado, todos estão contra ela, tanto sua nova família quanto a corte. E ela vai ter de ganha-los aos poucos. E é isso que ela faz. Pouco a pouco, Emma vai conquistando a confiança e o afeto do povo, da corte, e até de seus enteados.

Mas nada vai ficar fácil para Emma, afinal, ela vive na época das invasões viking, uma época de muito tumulto na Inglaterra. Além disso, sua relação com seu marido é horrível. O Rei não a suporta, nem ela a ele. E ao mesmo tempo em que se afasta o máximo possível de seu marido, Emma vai perceber que seu coração está escolhendo um novo caminho. Um caminho impossível para ela. Então ela terá que lidar com tudo isso, ela terá que lutar para se manter viva nesse ambiente tão ameaçador.

Uma coisa que eu gostei muito nesse livro foi a personagem principal. Dá para esquecer facilmente que a Emma tem apenas 15 anos. Ela é uma rainha, e nasceu para ser uma. Tudo o que ela passa nesse livro, todos os desafios, o sofrimento, e ela não reclama, ela só enfrenta. Como fã de romance, estava bem ansiosa pelo romance na história, mas não é isso que faz o livro. O romance existe, é muito bonitinho, mas não é nada comparado a história maravilhosa que A Rainha Normanda traz. É um livro incrível, e que deve ser lido por todos os que gostam e  se interessam por história.

A edição da Arqueiro é linda. Sou apaixonada por essa capa maravilhosa. A diagramação do livro é ótima, e eu não notei muitos erros nele. É um livro grande, que deve ser lido com calma e atenção, mas que te prende e que te faz ter vontade de ler tudo de uma vez. É uma história interessantíssima, e que, apesar de ser apenas baseado em acontecimentos reais, poderia muito bem ser a história real, pois é muito bem descrita. A Rainha Normanda conta uma história que eu não me lembro de ter estudado na escola, e que me deixou extremamente curiosa e com vontade de pesquisar mais. Recomendo demais, é um livro que vale a pena ser lido.

Série:
1. A Rainha Normanda
2. The Price of Blood.


2 Comentários

  1. E agora me deixaste extremamente curiosa também. Amo histórias assim, ainda mais como esta que você pode tanto se focar na história da história ou no romance. e assim como você confesso que desde que vi essa capa tenho ansiado por ler este livro e agora mais ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liih! Esse livro é incrível, leia sim! O romance é lindo, mas não é nem metade da história. Vale muito a pena.

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.