Coração Ardente (The Fiery Heart) – Richelle Mead:
Série: Bloodlines #4
Editora: Seguinte
Número de páginas: 416
Classificação: 5/5

Resenha:
Coração Ardente é o quarto livro da série Bloodlines. Então, se você ainda não leu os outros, eu aconselho que você não leia esta resenha, pois ela contém spoilers dos livros anteriores.

Quando as coisas finalmente parecem começar a dar certo para Sydney, tudo muda. Ela acabou de aceitar seus sentimentos por Adrian, e os dele por ela, quando Zoey chega, com a tatuagem na bochecha, e com todos os ensinamentos sobre as aberrações que os vampiros são ainda frescos em sua memória. Sydney fracassou em sua missão de manter a irmã fora dessa vida. E o pior, terá de fazê-la, de alguma maneira, enxergar que os vampiros não são os monstros que elas foram ensinadas. Mas ao mesmo tempo, ela não pode se mostrar muito animada com a convivência com eles, afinal Zoe pode contar ao pai dela, e Sydney entraria em muitos problemas.

Como manter seu relacionamento com Adrian em segredo, quando ela divide o quarto com Zoe? Quando a irmã quer passar o tempo todo ao seu lado? A desculpa do estudo independente com a Sra. Terwilliger é ótima, mas o quanto ela pode ser usada antes que a irmã comece a desconfiar? Essas coisas vão ficar sempre na mente de Sydney, enquanto ela foge da irmã para ficar com o Adrian, enquanto ela vai fazer pesquisas para achar algo para ajudar Marcus a libertar os alquimistas fugidos, enquanto ela se envolve mais na magia, o tempo todo.

Mas Sydney não vai simplesmente desistir da irmã. Ela vai ter que encontrar um jeito de fazer com que Zoe perceba por si mesma que os vampiros não são aqueles monstros, que eles são quase como pessoas normais. Ela precisa fazer com que Zoe perceba por si mesma, porque ela não pode correr o risco de a irmã a dedurar para o pai. Sydney não quer nem imaginar o que os alquimistas fariam com ela se descobrissem qualquer uma das coisas que ela anda fazendo, ela não consegue nem decidir qual seria a pior na visão deles. Ela só sabe que ela estaria com muitos problemas se eles descobrissem, ou sequer desconfiassem.

Coração Ardente é um livro lindo, cheio de romance. É um livro com muito romance mesmo, mas não é só isso que chama a atenção. Vemos lealdade, determinação, amizade, sacrifício, descobertas, perigos, desconfianças, traições, tudo. Em Coração Ardente Richelle fez o que muita gente queria desde o início, finalmente deu um espaço para o Adrian contar a história. Temos capítulos alternados entre ele e a Sydney, e isso só enriquece cada vez mais o livro. Conseguimos compreender melhor o personagem através disso.

Não acompanho a série em português, então não posso comentar sobre a edição da Seguinte, mas também nunca vi ninguém reclamando. E fico feliz por eles trazerem tão direitinho e tão rápido os livros para cá, já estava na hora de uma série da Richelle ser bem tratada. Coração Ardente tem um final extremamente óbvio, o que fez com que bastante gente reclamasse, mas eu gostei. Faz total sentido, aquilo teria que acontecer em algum momento. Antes de ler Coração Ardente, esteja com Sombras Prateadas em mãos, porque o final é totalmente desesperador. Até hoje não acredito como aguentei ler duas vezes esse livro sem ter a continuação em mãos! Recomendo com certeza.

Série:
1. Laços de Sangue (resenha)
2. O Lírio Dourado (resenha)
3. O Feitiço Azul (resenha)
4. Coração Ardente
5. Sombras Prateadas
6. O Círculo Rubi.


3 Comentários

  1. Sempre quis ler algum livro da Richelle Mead.

    ResponderExcluir
  2. Ai Adri nem preciso mais comentar que preciso logo dessa série em mãos não é?! Confiei em tua recomendação de Academia de Vampiros e me apaixonei pela Richelle Mead. Esse mundo que ela criou me deixou fascinada, mesmo não tendo nada extremamente inovador. Ainda não comecei a leitura da série Bloodlines e acho que só o farei quando tiver toda a série na estante, igual fiz com VA, e lerei tudo de uma vez. E realmente foi muito bacana a tradução quase simultânea da série aqui pro Brasil.

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Greice, você precisa começar a ler mesmo! Acho que agora na metade do ano deve sair o último, mas estou bem por fora, nem sei mais rs. Richelle escreve bem demais, leio qualquer coisa que ela escrever. Tomara que você goste :)

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.