Breakable – Tammara Webber:
Série: Contornos do Coração #2
Editora: Verus
Número de páginas: 364
Classificação: 5/5

Resenha:
Breakable é o segundo livro da série Contornos do Coração. Porém, ele conta a mesma história de Easy, só que agora pelo ponto de vista do Lucas. Apesar de serem muito diferentes, os dois livros possuem a mesma base, então, pelo meu ponto de vista, eles podem ser lidos separadamente.

Eu sempre tive meio que um preconceito com esses livros NA que contam a mesma história por outro ponto de vista, sempre achei ser um modo de os autores ganharem mais dinheiro em cima da mesma história e tudo mais. Então, nunca os li. Mas eu gostei muito de Easy, e fiquei curiosa em saber o lado do Lucas, então resolvi abrir uma exceção. E fiquei feliz em ter feito isso porque, apesar de a história ter a mesma base, Breakable tem muito mais história além disso.

Em Breakable não temos somente a história do Lucas conhecendo a Jacqueline e se apaixonando por ela assim como temos em Easy. Em Breakable temos, além disso (e preciso comentar que mesmo essa parte é bem diferente), toda a história de vida do Lucas, desde o acontecimento que levou à morte de sua mãe, tantos anos antes. Em Breakable descobrimos quem é o Lucas de verdade, e o que o levou a ser quem ele é no presente.

O livro é narrado sobre dois pontos de vista, o de Lucas, no presente, quando ele está na faculdade e conhece Jacqueline, e o de Landon, o garoto de apenas 13 anos que teve seu mundo virado de cabeça para baixo com a morte da mãe. Vemos Lucas notando Jacqueline pela primeira vez, e todos os conflitos que ele trava em sua cabeça até finalmente decidir ir até ela. E vemos Landon, o garoto normal e feliz, se transformar em um garoto problemático que não sabe lidar com a culpa que sente pela morte da mãe.

Em Easy conhecemos bastante da história de Lucas, mas não foi nem de perto o suficiente para descobrirmos todos os seus segredos, para desvendarmos esse personagem tão intrigante. E é para isso que Breakable serve. É nesse livro que entendemos o que se passa na cabeça dele, e o motivo de ele ser do jeito que é. Vemos o garoto inocente e feliz desmoronar, perder o rumo, sem saber como lutar com a culpa que sente. Vemos que esse garoto só precisava de alguém para estar com ele, para acreditar nele, para que ele acreditasse em si mesmo de novo. Vemos esse garoto completamente perdido lutar para atender às expectativas de alguém e finalmente se encontrar.

Ao ler Breakable, tinha a impressão de que alguém já tinha me contado o que aconteceria no livro e só. Não parecia que eu já tinha lido outro livro que contava sobre a história, de tão diferente que Breakable foi. Esse livro me apresentou um lado do personagem que eu não imaginava, e que me fez aumentar ainda mais a minha admiração por ele. É um livro incrível, que te emociona demais, e que vale muito a pena ser lido.

Achei interessantíssima a ideia da autora de abordar o personagem como dois, Landon e Lucas, pois foi essa a intenção do personagem ao adotar o segundo nome: um recomeço, uma chance de deixar o passado para trás. Ou o máximo que conseguia, pelo menos. E achei linda a relação dos Heller com o Lucas. Eles não são a família de sangue dele, mas são o mais próximo de uma família que ele tem, e nunca o abandonaram. Poderiam muito bem ter se afastado e esquecido, mas eles não desistiram. Lutaram pelo menino, até que o menino aprendesse a lutar por si mesmo. E foi lindo ver isso no livro.

A edição da Verus está maravilhosa, assim como foi com o primeiro livro. Temos uma capa linda, uma diagramação ótima, e um livro livre de erros de digitação e concordância. Uma edição super caprichada que não desmerece nem um pouco esta história tão linda. Como vocês já devem ter percebido, eu adorei o livro, e recomendo.

Série:
1. Easy (resenha)
2. Breakable
3. Sweet.


12 Comentários

  1. Eu li Easy, mas não morri de amores pelo livro, achei ótimo e ok. Mas com esse eu achei muito melhor. Principalmente porque o amigo do Lucas é ótimo e estou super feliz agora que ele vai ganhar um livro. Os dois livros são bons, mas gostei mais desse.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise! Eu já tinha adorado Easy, então estava doida por esse livro rs. Também fiquei muito feliz em saber que o amigo do Lucas vai ganhar um livro só para ele!

      Beijos

      Excluir
  2. Oiii Adrii eu tenho Easy mais estou enrrolando pra ler ele pq ainda nao tenho Breakable, nossa dpois de sua resenhaaa me enploguei e vou lê-lo o mais rapido possivel, Ameei a historia da Jack e do Lucas, deve ser bem envolvente..
    vou lê-lo dpois posto aki minha opniao na resenha de Easy.. bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elenita! Não precisa esperar não, cada um tem final, e é até bom dar um tempo entre os dois rs. Tomara que você goste bastante, é um livro incrível :)

      Beijos

      Excluir
  3. Ainda não li Easy, mas é uma leitura que quero muito fazer. Só leio resenhas positivas sobre essa série, e todos que leram amam muito. Só tinha medo de ler Breakable depois e achar meio cansativo, por se tratar da mesma história, mas já que você disse que Breakable foi diferente, fiquei mais empolgada.
    Apesar de você dizer que que podem ser lidos fora da ordem, quero ler Easy primeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amália! Acho que se ler logo em seguida talvez fique um pouco cansativo, mesmo sendo diferentes, dá um tempinho entre um e outro que acho que fica melhor. Tomara que você goste :)

      Beijos

      Excluir
  4. Oie
    Eu gosto quando a autora escreve com o ponto de vista dos dois, mas prefiro quando isso acontece no mesmo livro... Para contar a verdade, não gostei muito da sinopse de Easy e mesmo com algumas resenhas positivas que li, ainda não decidi dar uma chance ao livro. Mesmo assim é bom saber que o segundo é bom também =]
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelise! Eu também prefiro, com dois livros contando a mesma história por pontos de vista diferentes sinto como se os autores tivessem se aproveitando do primeiro livro, mas com esse não foi assim. Breakable acrescenta bastante em Easy, e acredito que a autora não tinha como ter colocado tudo em um livro só, então esse foi justificado rs.

      Beijos

      Excluir
  5. Vi toda a febre que aconteceu com o lançamento de Easy e para falar a verdade tenho um pouco de preconceitos com livros assim, fiz poucas leituras do gênero e concordo com sua opinião sobre a mesma história contada por dois personagens em livros distintos, pelo menos isso não acontece em Breakable, ainda bem que a autora soube desenvolver bem a história do Lucas, antes e depois de conhecer Jacqueline, é bom quando conseguimos descobrir mais sobre determinado personagem, entender suas atitudes e motivações, parece ser uma história envolvente sobre perdas e redenção, vou aguardar o último ser publicado e depois das resenhas me decido se lerei ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi David! Sempre penso que o livro com a visão de outro personagem é para ganhar dinheiro, não tem como pensar em outra coisa. Mas em Breakable a autora me fez pensar diferente, porque realmente tinha sentido existir aquele livro. Se você já tiver vontade de ler, não precisa esperar pelo último livro, pois este último vai ser sobre um amigo do passado do Lucas, então vai ser bem diferente :)

      Beijos

      Excluir
  6. Oi Adri! Também achei que segundos livros que apenas contam a mesma história só que de outro ponto de vista seriam apenas para ganho de dinheiro mas ao que parece com algumas autoras essa regra não funciona como é o caso da Collen Hoover e também da Tammara. Ainda não tive a oportunidade de ler Easy mas sou louca para conhecer a história, amo NA principalmente pela forma de escrita, rápida e fluida, viciante, mas que ao mesmo tempo vai tratar de diversos problemas sejam familiares ou de relações com a sociedade. O problema é que já li bastante do gênero e estou bem mais crítica em relação à esse tipo de história, espero que Easy me convença, porque não quero outra experiência como a de After. Adorei a resenha e assim que ler Easy lerei Breakable também, porque acho incrível o fato de ver romances pelo ponto de vista masculino.

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Greice! Qual livro da Colleen que é com outra visão? Não consigo reconhecer agora rs. Pode ler Easy tranquila, não é nada comparado com After, mil vezes melhor :)

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.