A Filha do Sangue - Anne Bishop
Título original: Daughter of the Blood 
Editora: Saída de Emergência
Número de páginas: 430
Classificação: 3/5
Onde comprar: Saraiva e Submarino

Resenha:
Um dos meus gêneros literários favoritos é a fantasia. Sou encantada por livros assim desde muito nova, e sempre tenho interesse em histórias com mundos e sociedades diferentes. A Filha do Sangue é um livro complexo, desconcertante, mas que prendeu minha atenção desde a primeira página. Não conseguia parar de ler e ficava cada vez mais envolvida com a trama.

O Reino Distorcido (onde se passa a história) é uma terra atualmente governada por uma rainha cruel e perversa, Dorothea, que reina soberana sobre um sistema matriarcal. A população é dividida em castas e as mais altas posições na hierarquia são ocupadas por mulheres feiticeiras, que não apresentam perigo ao reino de terror de Dorothea. Os homens são vistos como seus inferiores e alguns são forçados à servidão eterna, feitos súditos pelo poder da rainha. No entanto, nem sempre foi assim, por muito tempo rainhas feiticeiras prosperavam ao lado dos Sangue e de sua corte (guerreiros que servem e protegerem aquela em quem acreditam).

Uma antiga proferia anuncia o retorno de uma grande Feiticeira, mais poderosa até que o próprio Senhor do Inferno, aquela que poderia livrá-los da servidão e tomar o lugar que uma vez pertenceu a Dorothea. Três príncipes, Saetan, Daemon e Lucivar esperam ansiosamente a sua chegada e já nutrem por ela uma ligação profunda, estando destinados a segui-la perante qualquer situação.

O livro gira em torno de Jaenelle, uma jovem menina de 12 anos, que apesar de ingênua e inocente é dotada de um imenso poder capaz de subjugar qualquer um. Sendo A Feiticeira da profecia, o destino de Jaenelle e o de Reino Distorcido estarão para sempre entrelaçados. Apesar disso, ela é ainda apenas uma criança, podendo facilmente ser influenciada e ter o seu poder corrompido por aqueles que a cercam.

Essa com certeza foi uma das resenhas mais difíceis que já fiz, pois não conseguia pensar em nenhuma forma de explicar esse universo tão complicado e atípico. O leitor é simplesmente inserido nesse mundo com pouquíssimos esclarecimentos do que está acontecendo e de como tudo funciona (só não fiquei tão confusa por causa do glossário no início do livro). Apesar disso, a história flui de uma maneira muito rápida e quando vi já tinha terminado o livro.

Os personagens são muito bem construídos e possuem uma carga emocional muito grande. Todos são importantes para a história e adorei conhecer a vida de cada um e o que os levou a ser o que são hoje. Fiquei completamente apaixonada por alguns deles e senti um ódio mortal por outros. A  leitura  me despertou  uma gama de emoções. Algumas situações são bastante perturbadoras e te tiram completamente da zona de conforto. A Filha do Sangue é uma fantasia dark, de atmosfera densa. Lembrando que é um livro adulto e possui cenas de violência.

Por ser uma trilogia, espero que alguns elementos sejam mais bem explicados com o passar da história e pretendo sim acompanhar os outros volumes. Fiquei muito curiosa pra saber  como a trama irá se desenrolar. Acredito que essa série, talvez, não seja a melhor opção para os iniciantes em literatura dark. No entanto, aos que já estão acostumados ao gênero, a leitura é sim recomendada. É um mundo fascinante, perturbador e você não vai conseguir largar.

Então é isso. Espero que tenham gostado da resenha :)

Série:
1. A Filha do Sangue
2. A Herdeira das Sombras
3. A Rainha das Trevas



7 Comentários

  1. Oi, tudo bem? Já tinha ouvido falar desse livro e fiquei ainda mais interessada depois da sua resenha! Vou colocá-lo na minha listinha e espero lê-lo em breve! ^^
    Beijos

    http://gkastmaker.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a sua resenha, fiquei bastante interessada no livro :)

    Adorei o seu blog e já estou a seguir :D

    beijos,
    Daniela RC
    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Uma pena que nem tudo foi tão bem explicado. Mas gostei dos personagens serem bem cativantes e com uma carga emocional elevadíssima, Iza. Adorei a resenha e confesso que também gosto bastante de Fantasia.

    ResponderExcluir
  4. Por se tratar do primeiro livro creio que vá ter mais explicações, assim espero, pois pretendo ler essa série. Amo livros de fantasia e esse é um que desde o lançamento pretendo comprar, só estou esperando terminar uma série que já estou terminando para iniciar essa.

    ResponderExcluir
  5. Ei Iza,

    Eu ainda não tenho, mas quero a trilogia, vejo muitos elogios e vi que é bem diferente mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Iza!
    Já li algumas resenhas positivas desse livro e fiquei bem curiosa sobre a história, mas saber que os personagens e o mundo que a autora criou são complexos e que não há muita explicação sobre tudo me desanima um pouco... Quem sabe esse ano consigo ler?
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Iza! Uma amiga minha também leu e falou maravilhas do livro, recentemente num vídeo ela comentou que a história é realmente complicada e cheia de teias mas que a autora vai encaixando tudo perfeitamente. Estou louca para ler, mas fiquei um pouco apreensiva agora já que nunca li nada nesse estilo dark, e acho que talvez eu vá me embananar na leitura. De toda forma como amo o universo fantástico vou ler assim que possível.
    Adorei a resenha Iza, e assim que ler o segundo conte-nos o que achou.

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.