Oii! Final do ano chegou, e está na hora de eu fazer a minha lista dos livros preferidos do semestre. Apesar de ter lido menos livros que no primeiro semestre, ainda assim foi uma quantidade boa, e que me deixou com um bom total de livros lidos no ano. Esse semestre li 44 livros, sendo que 5 deles foram releituras, e que me deixaram com o total de 105 livros lidos durante o ano. E aqui estão os meus 10 preferidos desse semestre, não em ordem de preferência, mas em ordem de leitura.

Cidade do Fogo Celestial – Cassandra Clare (skoob | resenha):
Faz alguns anos que li o primeiro livro dessa série, e me apaixonei logo no primeiro capítulo. Porém, tinha deixado ela de lado, esquecido um pouco da sua perfeição. Esse ano resolvi aproveitar o lançamento do último e ler toda a série de novo, e me surpreendi. Cidade do Fogo Celestial fechou perfeitamente a série, e me fez ficar morrendo de vontade de ler tudo o que a autora escreve sobre esse mundo, mesmo achando que ela está exagerando.

“Existem cem milhões de células no corpo humano. E cada uma das minhas células te ama. Nossas células morrem, e novas células nascem, e minhas células novas te amam mais que as antigas, e por isso te amo casa dia mais. É ciência. E quando morrer e cremarem meu corpo, e eu virar cinzas que se misturam ao ar, parte da terra, das árvores e das estrelas, todos que respirarem esse ar ou enxergarem as flores que crescerem do chão ou olharem para as estrelas vão se lembrar de você e amar você, porque esse é o quanto eu te amo”.

Eu Sei O Que Você Está Pensando – John Verdon (skoob | resenha):
Como falei na resenha, li esse livro por conta do segundo, que queria muito ler. E fui surpreendida por uma história incrível, super diferente das que eu estava acostumada. Foi um livro que eu li só para poder ler a continuação, e que se tornou um favorito, um livro a ser lembrado sempre. Um livro a ser colocado como ponto de comparação a outros livros do estilo. Um livro que eu não estava esperando muita coisa e que me surpreendeu demais.

"Você acredita em destino? Eu acredito, porque achei que nunca iria vê-lo de novo, até que um dia... ali estava você. Tudo voltou: o modo como você fala, como se mexe - e, acima de tudo, como pensa. Se alguém lhe dissesse para pensar em um número, sei que número você pensaria. Não acredita? Vou provar. Pense em qualquer número de um a mil - no primeiro número que lhe vier a mente. Visualize-o. Agora veja como conheço seus segredos. Abra o envelope pequeno."

Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn (skoob | resenha):
Desde que eu li o primeiro livro da “série”, O Duque e Eu, já me apaixonei completamente por cada um daquela família. Mas o Colin sempre teve alguma coisa que o distinguia dos demais, que o destacava, e eu não sabia como a autora iria superar ainda mais as minhas expectativas. Mas ela fez isso, colocando outra personagem já conhecida na história, e encaixando-a com perfeição em tudo. Foi um livro maravilhoso, e que será difícil de ser superado.

 “E foi então que ele se deu conta de que Daphne estava certa. O seu amor não tinha sido como um raio caído do céu. Começara com um sorriso, com uma palavra, com um olhar zombeteiro. A cada segundo que passara na companhia dela, crescera até chegarem àquele momento, e de repente ele soube. Ele a amava.”

Encontrada – Carina Rissi (skoob):
Perdida esteve entre os favoritos do ano passado, um livro que realmente me surpreendeu. Apesar de ainda gostar mais do primeiro livro, Encontrada não ficou para trás. Foi um livro que me divertiu, me emocionou, me encantou, me apaixonou. Carina Rissi conseguiu nesse livro manter o nível do primeiro, que era altíssimo, e não deixou nada a desejar nessa continuação. Foi um livro lido de uma vez, e que me deixou morrendo de vontade de ler tudo o que a autora escreve.

“Escolher Ian foi simples, natural como respirar. Não dava para viver com o coração batendo forte no peito e morando em outro século. Não havia ninguém que me conhecesse tão bem quanto ele. Nem mesmo Nina, minha melhora amiga, que tive que deixar para trás. (...)”

Métrica – Colleen Hoover (skoob | resenha):
Sabe o livro que todo mundo fala bem, mas que você não tem a menor vontade de ler, e sabe que não vai gostar? Foi assim com Métrica. Fiz cara feia para ele e ignorei todos os comentários positivos, até que não consegui mais, e fiquei curiosa. Fui ler sem esperar muita coisa, e encontrei uma história maravilhosa, linda e encantadora. Uma história que me emocionou demais, e que me deixou apaixonada.

“Às vezes, a vida fica no meio do caminho. Fica totalmente no meio do seu maldito caminho. Mas ela não fica totalmente no meio do seu maldito caminho por querer que você desista e deixe que assuma o controle. A vida não fica totalmente no meio do seu maldito caminho só porque quer que você deixe tudo nas mãos dela e seja levado por ela. A vida quer que você lute. Que aprenda a fazer uma vida sua.”

Amaldiçoadas – Jessica Spotswood (skoob | resenha):
Eu me surpreendi com Enfeitiçadas, um livro que se tornou um favorito por inúmeros motivos. Mas eu não esperava gostar tanto assim da continuação, apesar de ter muitas expectativas. Normalmente as trilogias acabam decaindo um pouco no segundo livro quando apresentam um início muito bom. Mas isso não aconteceu com essa série. Jessica Spotswood conseguiu aumentar ainda mais a perfeição dessa história com esse livro, e eu mal posso esperar pelo último.

“Países são forjados pela guerra, talvez garotas também sejam. A Nova Inglaterra e eu vamos renascer juntas, nesta guerra entre as bruxas e os Irmãos. Entre Maura e eu. Estou recém-forjada, uma garota de aço, de neve e de despedidas dolorosas.”

Príncipe Mecânico – Cassandra Clare (skoob):
Li Anjo Mecânico faz uns dois anos, e acabei não continuando, não por ser uma série ruim, mas por preguiça de ler em inglês. Desde que consegui os livros em português estava querendo parar e ler toda a série, mas nunca começava. Até que comecei, e me lembrei dessa história maravilhosa que só a Cassandra Clare poderia ter criado. Li Príncipe Mecânico sem nem perceber, de tão presa a história que eu estava. E não me arrependi nem um pouco.

“- Eu não sou capaz de explicar o amor - disse ele - e não te sei dizer se te amei na primeira, na segunda, na terceira ou na quarta vez que te vi, mas lembro-me de, na primeira, te ver a andar na minha direção e de aperceber de que, de certo modo, o mundo parecia desvanecer-se quando estava contigo, que eras o centro de tudo o que eu fazia, sentia ou pensava.”

Princesa Mecânica – Cassandra Clare (skoob):
Eu sempre ouvi as pessoas falarem da perfeição desse livro, principalmente do final, mas não imaginava que fosse tanto. Li a série toda de uma vez, um livro seguido do outro, mas tive que parar no final desse. O livro me impactou de uma forma tão forte que, mesmo já sabendo praticamente tudo o que aconteceria, não tive como não me acabar de tanto chorar. Quase não tive como terminar o livro, porque só de lembrar da história já voltava a chorar. Foi um livro que me marcou bastante, e que fechou a trilogia de uma forma excelente.

“Eu daria minha vida pela de vocês dois. Eu daria minha vida pela sua felicidade. Imaginei que, quando você me disse que não me amava, meus próprios sentimentos desapareceriam, mas eles não desapareceram. Eles cresceram cada dia mais. Eu te amo agora, neste momento, mais desesperadamente do que já te amei antes e, em uma hora, te amarei ainda mais do que isso.”

Breakable – Tammara Webber (skoob):
Eu sempre tive um pé atrás sobre esses livros que contam a versão do carinha dos livros New Adult, sempre tive a ideia de que seriam só uma forma de ganhar mais dinheiro, uma enrolação. Mas acabei lendo Breakable mesmo assim, porque adorei Easy. E a impressão que tive foi que estava lendo um livro sobre o qual alguém já tinha me contado mais ou menos o que acontecia, mas que nunca tinha lido nada sobre aquilo. Porque foi um livro que, apesar de manter os acontecimentos principais, trouxe uma visão totalmente diferente, uma nova história.

“Minha mãe sempre fazia bico dizendo que tinham sido suas telas, não seu charme, sua beleza ou sua insolência, que o fizeram se apaixonar por ela. Ele sempre insistia que, definitivamente tinha sido sua insolência. Eu sabia a verdade. Ele se apaixonou por tudo isso, e, quando ela morreu, foi como se apagassem o sol, e ele não tinha mais nada em torno do que orbitar.”

Um Passo em Falso – Harlan Coben (skoob):
Essa série do Harlan não é a melhor que existe do gênero, mas foi através dela que entrei na literatura policial, então ela sempre terá um lugar especial. Fui ler Um Passo em Falso com as expectativas altíssimas. E terminei, hoje, completamente encantada. Criei mil alternativas para o que tinha acontecido, e nenhuma delas chegou nem perto do que aconteceu. E isso é o que eu mais gosto, porque quando aparece a verdade, você vai pensando e lembrando de todas as pequenas dicas que estavam por todo o livro e que você não viu.

“- Um pedido – disse Win. Myron o encarou. - Na próxima vez que uma arma for disparada em circunstâncias semelhantes, fale alguma coisa imediatamente. Um bom exemplo pode ser “Eu não morri”. - Na próxima vez? – perguntou Myron.”

Essas foram as minhas escolhas para os 10 favoritos, mas é claro que li muitos outros livros maravilhosos durante o semestre. E vocês, já leram algum desses? Também estão nos seus favoritos, ou não gostaram tanto assim? Espero que o ano que vem seja repleto de ótimas leituras para todos nós, e que 2015 seja ainda melhor do que esse ano foi.


Tecnologia do Blogger.