Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn:
Série: Família Bridgerton #4
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 336
Classificação: 5/5

Resenha:
Os Segredos de Coling Bridgerton é o quarto livro da série Os Bridgertons. Apesar de ser uma série, não temos muitos spoilers a respeito dos livros anteriores, já que o final é meio óbvio. Mas, é sempre melhor ler os livros na ordem, principalmente nesse livro, já que aprendemos mais a respeito das histórias secundárias que existem. Porém, essa resenha não possui spoiler nenhum a respeito dos livros anteriores.

Eu demorei muito para começar a ler a série da Julia Quinn mas, desde que li o primeiro livro, não parei mais. Assim que sai um livro novo corro ler, e a cada livro me apaixono mais e mais por essa família incrível que é a Família Bridgerton. Estava muito empolgada com esse livro, porque é o livro do Colin, um irmão que eu adoro e que morria de vontade de saber mais sobre sua história. Então, fui ler com as expectativas altíssimas, e ainda assim as superei.

Colin Bridgerton é o terceiro filho da família, um homem que possui chances quase nulas de herdar o título da família. Mas nem por isso ele deixa de ser um bom partido. Afinal, ele é lindo, é rico, e é um Bridgerton. E isso faz com que todas as mães queiram suas filhas casadas com ele. Não importa o fato de que ele já seja quase considerado velho para se casar, ou o fato de que ele não pareça estar procurando uma esposa, as mães não desistem.

Nem mesmo sua própria mãe, afinal, Violet quer ver todos os filhos felizes e bem casados. E ela não vai medir esforços para que isso aconteça. Mas Colin tem um jeito de fugir disso. Ele passa cada vez mais tempo fora de casa, viajando, conhecendo o mundo. Mesmo que ele sinta saudades de casa, de sua família, viajar é bom. É algo que o mantém ocupado, que dá a ele um objetivo. E ainda o deixa longe de casa nas épocas de bailes, então é perfeito. Ou seria, se ele já não estivesse cansado de tanto viajar, e querendo algo mais de sua vida.

Penelope Featherington está conformada em passar o resto de sua vida solteira, cuidando de sua mãe. Afinal, desde que pôs os pés em um baile pela primeira vez, ela sabe que este é o seu destino. Isso não significa que ela tenha perdido as esperanças, apenas que é realista. Ela sabe que ninguém quer uma garota gorda e sem graça como esposa. E mesmo que ela não seja mais gorda, ela sabe que, aos olhos dos outros, ela sempre será. O que significa que ninguém a quer, muito menos Colin, por quem é apaixonada desde sempre.

Não que ele saiba disso. Ou qualquer outra pessoa saiba disso. Afinal, ela não tem a quem contar. Eloise, sua melhor amiga, é ninguém menos do que uma das irmãs dele, então ela não poderia simplesmente contar isso a ela. Mas pelo menos Penelope não será uma solteirona sozinha. Eloise também não se casou. Não que ela seja que nem Penelope, Eloise recebeu milhões de pedidos, mas recusou todos. E elas terão a companhia uma da outra, o que é ótimo.

Colin e Penelope obviamente se conhecem, e até conversam de vez em quando, afinal, Penelope vive em sua casa visitando a irmã dele. Mas Colin nunca prestou muita atenção nela, nunca pensou muito nela. Ele sempre foi educado e gentil com a garota, claro. Até a convidava para dançar em todos os bailes. Porque a mãe pedia, obviamente, mas Penelope não era uma má companhia, e Colin até preferia dançar com ela do que com algumas outras garotas. Mas ele nunca pensou nela como uma garota por quem poderia se apaixonar. Seus pensamentos sobre ela nunca chegaram nem perto desse caminho. Até agora.

Como eu falei no início da resenha, adoro o Colin, acho que é o meu preferido agora. E fiquei muito feliz em ver que o livro estava à altura dele, que a história era tão boa quanto eu esperava, ou até mais. Colin é ótimo, e Penelope foi uma ótima escolha de par para ele. A garota que sempre estava presente nos outros livros, que foi nos conquistando ao passar do tempo, e que mereceu ter sua história contada.

Nesse livro ainda temos a história da Lady Whistledown, que finalmente será desmascarada. E é ótimo ver todos tentando descobrir quem ela é, e ver como ela fez para se manter anônima durante todo esse tempo. Ela realmente me pegou de surpresa, eu nunca teria imaginado que fosse quem era. A autora conseguiu me enganar direitinho, me fazendo duvidar de todos, menos da pessoa que era mesmo.

Com certeza todo mundo já percebeu, mas eu realmente gostei desse livro, foi um dos melhores da série até agora, e eu recomendo a todos. Mas acho que para ler esse livro é bom ter lido os outros três antes, principalmente pela descoberta de quem era a Lady Whistledown, porque envolve a história dos outros livros. A edição da Editora Arqueiro está impecável, como todos os outros livros da série. Não notei erros de ortografia nem de digitação, e a capa e diagramação são lindas. Recomendo demais, não somente esse livro, quanto a série inteira.

Série:
1. O Duque e Eu (resenha)
2. O Visconde Que Me Amava (resenha)
3. Um Perfeito Cavalheiro (resenha)
4. Os Segredos de Colin Bridgerton
5. Para Sir Phillip, Com Amor (resenha)
6. O Conde Enfeitiçado (resenha)
7. Um Beijo Inesquecível (resenha)
8. A Caminho do Altar (resenha).


Tecnologia do Blogger.