Laços de Sangue (Bloodlines) – Richelle Mead:
Série: Bloodlines #1
Editora: Seguinte
Número de páginas: 430
Classificação: 5/5

Resenha:
Laços de Sangue é o spin-off da série Vampire Academy (resenha). Ele pode ser lido separadamente sem problemas mas, como fã da série, eu aconselho que você leia Vampire Academy antes, porque você vai pegar spoilers de VA, além de que, lendo VA antes, fica melhor de entender a história.

Em Laços de Sangue vamos conhecer mais da história de Sydney Sage, uma alquimista que já havia aparecido em VA. Os alquimistas são um grupo de humanos que sabem sobre o mundo dos vampiros e os ajudam a se esconder dos humanos, pela crença de que todos os vampiros, não importa o tipo, são criaturas das trevas.

Para quem não leu Vampire Academy, existem três tipos de vampiros, os Moroi, os dhampir, e os Strigoi:
Os Moroi são os vampiros que já nascem vampiros, se alimentam de sangue, mas não matam suas “vítimas”, e possuem a habilidade de manipular um dos cinco elementos (terra, água, ar, fogo e espírito). Os dhampir são meio humanos meio vampiros, são filhos dos Moroi com outros dhampir ou humanos. Eles possuem as melhores qualidades de cada espécie, e costumam ser Guardiões dos Moroi, os protegendo dos Strigoi. Os Strigoi são os vampiros maus. Eles não nascem Strigoi, eles se transformam em Strigoi, eles se alimentam de sangue matando sua vítima, e não podem sair no sol.

Sydney está com muitos problemas. Depois de ajudar Rose, uma dhampir acusada de matar a antiga Rainha dos Moroi, a fugir da prisão, os alquimistas estão fazendo de sua vida um inferno, mesmo depois de Rose ter se provado inocente. Ela é acusada de deslealdade para com os Alquimistas, e pior, de conspirar com o inimigo. E é por isso que ela precisa implorar para que seu pai deixe que ela participe da próxima missão, ela precisa limpar seu nome. Isso, e ela também precisa manter sua irmã a salvo, longe dos Alquimistas. Ela não quer essa vida para Zoe.

Mas essa missão pode ser mais complicada do que ela pensava. Os Moroi estão à beira de uma Guerra Civil, e os Alquimistas não podem deixar isso acontecer. Então Sydney deve proteger Jill Dragomir, a irmã, e única parente viva da Rainha. De acordo com as regras dos Moroi, se algo acontecer com Jill, Lissa terá que abdicar do Trono. E, percebendo que não conseguiriam chegar até Lissa, seus oponentes resolveram eliminar a parte mais fácil: Jill. Depois de um atentado à sua vida, ficou decidido que Jill deveria ficar escondida até que Lissa consiga mudar a lei que a deixa em tanto risco. Mas isso pode demorar um tempo.

E é assim que Sydney se vê com um novo nome, uma nova família, e em uma nova cidade. Agora ela é Sydney Melrose, irmã de Jill e Eddie, um dhampir que veio para acompanhar e proteger Jill. Os três irão frequentar a Escola Preparatória de Amberwood, em Palm Springs, o último lugar onde alguém iria procura-los. Além deles dois, ela possui mais dois “irmãos”, Keith, o Alquimista da cidade, por quem compartilha uma mútua relação de ódio, e Adrian, um Moroi que ela não entende muito bem porque está lá.

Além de ter que esconder seu medo de compartilhar o quarto com Jill e viver tão próxima de vampiros, Sydney ainda tem que enfrentar a ideia de estar em uma escola pela primeira vez na vida, já que ela sempre estudou em casa. É engraçado vê-la tentando se adaptar a essa nova vida, já que ela realmente não tem muita noção de como se deve se comportar em uma escola. Além disso, ela ainda tem que aguentar Keith, precisa obedecer tudo o que ele fala, e não pode cometer nenhum erro, pois ela tem certeza que ele só está esperando ela cometer o mínimo deslize para mandá-la para longe.

Entre se adaptar a essa nova realidade, fazer tudo o que sua esquisita professora de história pede, cuidar de Jill, lidar com Adrian a incomodando toda hora, tentar fazer tudo o que Keith quer, Sydney ainda acha tempo para investigar as tatuagens que parecem dar poderes para as pessoas. As tatuagens que se parecem bastante com a tatuagem de lírio que ela, e todos os outros alquimistas, possuem. A tatuagem que a confere uma saúde fantástica e a impede de contar sobre o mundo dos vampiros para quem não possui conhecimento sobre ele. Sydney desconfia de que estão usando a fórmula dos alquimistas para produzir essas tatuagens, e ela vai descobrir como.

Sydney é uma personagem incrível, vemos o quanto ela sofre para viver perto daqueles a quem ela foi ensinada desde pequena que eram criaturas das trevas. Vemos ela crescer, ela começar a perceber que nem todos os vampiros são maus, vemos ela começar a ter dúvidas, mesmo que pequenas, sobre suas crenças. Jill inicialmente é meio chatinha, mas temos que ver o lado dela, ela é apenas uma garota de 15 anos que, de um dia para o outro, teve sua vida virada de cabeça para baixo. Ela é corajosa, ela se esforça, mas ela é apenas uma garota. Eu amei que o Eddie teve mais espaço no spin-off. Ele sofreu bastante em VA, e isso o mudou. Inicialmente, vemos Eddie como um típico Guardião, sempre atento a ameaças, cuidando de tudo o que pode cuidar, mas aos poucos vamos entendendo o porquê de suas ações e vamos nos apegando mais e mais a ele. Eu tenho que dizer que eu não entendia porque todos gostavam tanto do Adrian em VA, mas esse spin-off mudou minha opinião. Ele cresce MUITO nesse livro, ele muda demais. A princípio, não sabemos o porquê de ele estar lá, mas aos poucos vamos descobrindo mais e nos apaixonando por ele.

Laços de Sangue é um livro mais introdutório, porque, apesar de ser um spin-off, temos uma visão completamente diferente da que tínhamos em VA, e a Richelle precisa introduzir esse mundo dos alquimistas. Sobre a edição da Seguinte eu não tenho o que falar, já que li em inglês, mas não vi reclamações nenhuma sobre a edição. Apesar de preferir mil vezes a capa original (não entendo o que tem de feia nela, acho linda), esse modelo de capas lançado aqui também ficou bem legal, e eu estou apaixonada pela lombada dele, muito linda. Enfim, apesar de sentir falta dos antigos personagens, Laços de Sangue é um livro incrível, vale muito a pena ser lido.

Série:
1. Laços de Sangue
2. O Lírio Dourado (resenha)
3. O Feitiço Azul (resenha)
4. Coração Ardente (resenha)
5. Sombras Prateadas
6. O Círculo Rubi.


13 Comentários

  1. É foi difícil de entender mas é tão viciante... Jill (piranha) nossa eu comecei a ler e já fiquei "vou entrar ai e bater nessa menina", tá ela e nova e depois você meio que passa a não achar ela tão chata,mas que dá raiva dá. Adrian, não li VA então só tenho a impressão dele como o "Adrianadorado" ele é tão... Keith é tão mandão que dá raiva também rsrsrs. A capa e tão linda, sonho, mas a de "O feitiço azul" é bem mais- na minha opinião.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tânia! A Jill dá muita raiva no início, né? Mas adoro ela rs. Adrian é o amor da minha vida, sou completamente apaixonada por ele rsrs. Também acho a capa de O Feitiço Azul mais bonita, aliás, é o meu livro preferido, mas gosto bastante de todas (mas ainda prefiro as originais).

      Beijos

      Excluir
  2. Oi Adri :)

    Eu não tenho vontade de ler essa série, até porque sua temática não me agrada e até me soa estranha, mas eu leria caso ganhasse de presente ou coisa parecida. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa fiquei super "boiando" kkk.
    Já não li Vampire Academy, então ler esta resenha me deixou levemente confusa com tantos nomes diferentes kkk.
    Quem sabe um dia eu não leia estas duas séries e então entenda este amor que vocês tem por elas.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! Rs parece confuso, mas na realidade é bem simples de entender, e a autora explica muito bem. Se você for ler, tomara que goste :)

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Adri
    Nossa, não sabia que esse livro era um spin-off da sérieVampire Academy! Informação é bom né... Mas no caso nunca havia lido nada sobre o livro, nem sinopse rs apenas encontrava o livro as vezes na livraria. Com certeza lerei o livro após ler Vampire Academy.
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana! É que acabou ficando em editoras diferentes e tudo, aí acaba confundindo, né? Mas é sim, porém pode ser lido independentemente. Tomara que você goste das duas séries, são maravilhosas :)

      Beijos

      Excluir
  5. Olá.

    Muito boa a resenha. Mas infelizmente não li nenhum da série, e como você citou, seria melhor começar pelo primeiro da série!
    Preciso acrescentar na minha lista.

    Abraços Fer
    http://www.matoporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer! Faça isso, tenho certeza que vai gostar :)

      Beijos

      Excluir
  6. Como vc disse é melhor ler a serie VA para entender essa trilogia de Laços de Sangue.... Só estou esperando a Sub... ^^

    Abçs Adri :)

    ResponderExcluir
  7. To doida pra começar essa série! Amo a escrita da Richelle e VA é perfeito, então to doida pra ler Bloodlines logo! Sem falar que eu amo o Adrian, o cara é demais, quase torci pra ele ficar com a Rose em VA, haha.
    Beijos
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa! O Adrian é perfeito, não é? Mas eu não conseguia torcer por ele com a Rose, nessa série a Richelle traz alguém bem melhor para ele :)

      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.