Oi gente! Eu não sei se vocês sabem, mas começamos a postar as novidades literárias na página do facebook do blog. Estão todas com as sinopses e dividas em álbuns de acordo com o mês de lançamento. Foi o modo que encontramos de divulgar as novidades pra vocês mais cedo e de uma forma mais rápida. Esse post é só um resumo de tudo que saiu no mês de maio.

Skoob                                            Skoob                                             Skoob
                    Buscapé                                        Buscapé                                        Buscapé
       
Skoob                                             Skoob                                             Skoob
                    Buscapé                                        Buscapé                                        Buscapé

Skoob                                            Skoob                                             Skoob
                   Buscapé                                         Buscapé                                         Buscapé

Skoob                                            Skoob                                             Skoob
                   Buscapé                                        Buscapé                                         Buscapé

Skoob                                            Skoob                                             Skoob
 Buscapé                                        Buscapé                                        Buscapé

Skoob                                            Skoob
                                                Buscapé                                        Buscapé



O Começo de Tudo – Robyn Schneider:
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Classificação: 5/5

Resenha:
Primeiramente eu preciso dizer que, ao ver essa capa não tinha me interessado nem um pouco, e isso acabou atrapalhando na sinopse, porque não tinha nenhuma vontade de ler um livro com uma capa tão feia assim (sim, eu realmente odiei a capa). Mas aí vi resenhas e comentários tão positivos que me animei. Bastante até. As expectativas estavam altas. E, mesmo assim, eu amei o livro.

Ezra Faulkner era o “garoto de ouro”. Líder do time de tênis da escola, presidente de um monte de coisas, namorava a garota popular, e todos o adoravam. Até que ele sofre um acidente de carro que destrói seus joelhos, fazendo com que seu retorno às quadras seja impossível. Ezra já esperava por isso, afinal, sua vida era perfeita. Era óbvio que algum dia alguma coisa iria acontecer.

“Às vezes acho que uma tragédia vive à espreita de todo mundo; (...) Na vida de todos, não importa quão comum seja, existe um momento que se tornará extraordinário – um único embate após o qual tudo o que realmente é importante vai acontecer.”

Depois do acidente, tudo mudou. Ele não se encaixa mais junto com os antigos companheiros de time, não se encaixa mais junto aos populares. Afinal, ele não está mais no time de tênis, ele não é mais presidente de nada, e não namora mais a garota mais popular da escola. Ele mal consegue andar direito. E ele está bem consciente disso.

E é aí que entra Toby, seu amigo de infância que, por conta de sua própria tragédia quando era mais novo, acabou não se tornando muito popular na escola. Ezra estava com ele quando a tragédia de Toby chegou, em seu próprio aniversário. Ezra sabe que poderia ter sido com ele. Mas não foi. E eles acabaram se afastando.

Mas agora Toby está lá por ele, quando ele não tem mais ninguém. E Toby não é mais o garotinho esquisito que ninguém queria chegar perto, ele possui amigos, amigos que estão dispostos a aceitar Ezra em seu grupo. Pessoas que podem ser muito mais interessantes que seus antigos amigos. Pessoas que se preocupam com o futuro, com a vida. E Ezra vai perceber que, mesmo achando ser muito diferente deles, ele pode muito bem se encaixar nesse novo grupo. Até mais do que em seu antigo grupo.

Principalmente quando ele conhece Cassidy, a aluna nova esquisita. Cassidy é famosa nos grupos de debates, ela ganhava todos os torneios em que competia, até que abandonou um torneio praticamente ganho e nunca mais voltou a competir. Pelo menos é isso que ele fica sabendo através de Toby, que é o líder do grupo de debates da escola, e que já conhecia Cassidy. Cassidy não fala nada sobre isso. Aliás, Cassidy não fala muito a respeito de sua vida.

Mas ela vai acabar encantando Ezra, não somente por sua aparência, mas pelo seu jeito, por suas atitudes. E os dois vão acabar construindo um relacionamento lindo. Mas Cassidy possui segredos, e segredos sempre acabam tendo um impacto na vida das pessoas. E nem sempre são bons.

Eu ADOREI esse livro. Os personagens são incríveis e, além de tudo, reais. Eles não são perfeitos, são humanos. Ezra cresce demais, aprende com sua tragédia, e começa a perceber o que realmente vale a pena, quem são seus amigos de verdade. Toby é o amigo que todos queriam ter. Mesmo eles tendo se afastado, Toby continuava lá, sempre pronto a dar apoio para o amigo, pronto para perdoar e restabelecer essa amizade. Cassidy é uma ótima personagem também, ela possui seus segredos, sua personalidade marcante, seu jeito. Podemos não concordar com suas atitudes, mas a entendemos. Os outros personagens são ótimos também, super bem construídos, e todos têm sua função.

Outra coisa que eu preciso mencionar são as referências a Harry Potter. Milhões de referências, uma melhor que a outra, já teria dado 5 estrelas pelo livro só por elas. Mas é claro que o livro por si só já mereceu as 5 estrelas, então nem fez diferença na classificação. Só não foi marcado como favorito porque eu não gostei do final. Claro, foi real, foi o que precisava ter sido, mas eu queria que tivesse terminado de maneira diferente.

A edição da Novo Conceito está boa. Apesar de ter odiado essa capa, a diagramação está super simples, mas bonita. Não notei erros de concordância nem de digitação, mas notei bastante a falta de pontos nos finais de frases (quando era final de linha). No mais, a edição está ótima, a história é incrível, e eu com certeza recomendo esse livro.


Oi gente! Essa é a segunda parte do meu top #10 personagens masculinos favoritos de séries de TV. Espero que gostem :)

Hook (Killian Jones)
''One of these days I'm going to stop chasing this woman''
Ator: Colin O'Donoghue
Quote: ''- What did I tell you mates? You don't need a ship to be a pirate.''
Comentário: Sim, o Capitão Gancho, estranho não? Pelo contrário, já que o Hook de Once Upon Time não tem bigodão, não tem um cabelo super estranho, não é medroso e nem quer acabar com a infância. O Hook é fofo, lindo, está sempre lá pela Emma e eu me apaixonei. Sério, meu irmão não aguentava mais assistir essa série comigo porque sempre que ele aparecia eu falava: Agarra logo Emma! kkkkk. Existem mulheres que não sabem a sorte que tem.

Tyrion Lannister
''- I have a tender spot in my heart for cripples and bastards and broken things.''
Série: Game of Thrones
Ator: Peter Dinklage
Quote: ''- A mind needs books as a sword needs a whetstone if it is to keep its edge. That's why I read so much Jon Snow.''
Comentário: Acredito que o Tyrion é o personagem favorito de muita gente, inclusive é um dos meus. Inteligente, estrategista e corajoso, eu não tive como deixar ele de fora dessa lista. Peter Dinklage é um ótimo ator e apesar das todas as diferenças físicas entre o Tyrion do livro e o da série, não tinham como escolher alguém melhor para interpretar o Tyrion do que ele.

Stiles Stilinski
"- I'm 147 pounds of pale skin and fragile bones. Sarcasm is my only defense!"
Série: Teen Wolf
Ator: Dylan O'Brien
Quote: ''- You wanna play Cat Woman? I'll be your Batman''
Comentário: Eu assisto Teen Wolf, não tenho vergonha de admitir. A série melhorou muito e eu adorei a terceira temporada. E eu não tinha como não falar do Stiles. Ele é um ótimo amigo, fofo, simpático, engraçado e com certeza o meu personagem favorito da série (amo você também Derek *-*).

Sherlock Holmes
'''- I’m not a psychopath. I’m a high-functioning sociopath. Do your research.''
Série: Sherlock
Ator: Benedict Cumberbatch
Quote: ''- Listen, what I said before John, I meant it. I don’t have friends; I’ve just got one.''
Comentário: Sim, eu adoro o Sherlock, ele é super inteligente, esperto, divertido e mal-humorado. Adoro ver o relacionamento dele com as outras pessoas e principalmente com o Watson. Meu sociopata predileto  Essa é uma das minhas séries preferidas e com certeza recomendo.

Damon Salvatore
''- You are by far the greatest thing that ever happened to me in my 173 years on this earth.''
Ator: Ian Somerhalder
Quote: ''I do believe in killing the messenger. Know why? It sends a message.''
Comentário: Sim, o Damon ainda é o meu personagem masculino favorito de The Vampire Diaries. Apesar de achar que a relação entre ele e a Elena foi completamente mal estruturada nas últimas duas temporadas, ele não deixou de ser sarcástico, engraçado, lindo e com um ar misterioso. E sério, tendo o Ian Somerhalder interpretando o Damon, fica difícil não gostar.


Oii! Hoje eu vim trazer mais uma caixinha de correio. Eu realmente preciso parar de comprar livros, não estou conseguindo lê-los e continuo comprando de qualquer jeito. Mas essa caixinha de hoje não foi planejada. Achei livros em promoção na FNAC que eu simplesmente tinha que comprar, afinal, não é sempre que tem promoção em livrarias físicas (tipo, nunca tem).

Roleta Russa – Jason Matthews: Esse chegou de parceria com a Editora Arqueiro, e eu estou doida para ler. Não conheço o autor, nem nunca tinha ouvido falar do livro, mas adoro livros policiais, e pela sinopse ele parece ótimo, então fui correndo solicitar o livro. É uma das minhas próximas leituras, e espero gostar bastante *--*

O Filho do Dragão – M.K. Hume: Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas a capa lembra muito os livros do Bernard Cornwell (acho que foi a intenção da editora, mas enfim), e ele também é sobre o Rei Artur. A Iza que achou ele na FNAC e, como ela desistiu de comprar pra ela, acabei pegando para mim, afinal, estava super barato, e eu não aguento ver livro barato rs.

A Prisioneira – L.J. Smith: Quando li o primeiro livro de Círculo Secreto, achei ele legalzinho, e fiquei com vontade de ler a continuação. Porém, nunca tinha conseguido comprar e acabei perdendo a vontade de ler. Aí a Camilla achou ele nos que estavam em promoção e estava praticamente de graça, e eu tive que comprar (mas estou de parabéns porque fui uma pessoa controlada e não comprei dois ou três dele só porque estava tão barato rs).

Os Miseráveis – Victor Hugo: Desde que li no Ensino Médio a adaptação desse livro sou doida por uma edição completa da história para ler. Porém, nunca tinha achado uma edição que realmente gostasse, e as que existiam estavam sempre caras. Achei essa edição da Martin Claret na FNAC e nunca nem tinha ouvido falar dela, mas achei linda. E estava com um preço ótimo. Ou seja, comprei. Agora é só criar coragem para ler essa história tão linda *--*

Então, essa foi a minha caixinha. Foram poucos livros dessa vez, não ando tendo tempo para comprar ou trocar livros, as coisas na faculdade estão uma correria. Essa semana o mais perto que cheguei dos livros foi ontem quando estava comprando esses na FNAC, não consegui ler absolutamente nada (na verdade li um pouco domingo e segunda, mas o resto da semana nem encostei em livro nenhum). O que acharam? Já leram algum desses?


Oi gente! Bom, eu já fiz alguns posts falando um pouco dos meus personagens masculinos favoritos dos livros (uma lista que só aumenta), porém eu sempre tive vontade de fazer uma de séries de TV. Infelizmente, ainda não tinha conseguido tempo, até agora. Eu pretendia deixar todos os personagens em um post só, porém ficou enorme e tive que dividir. Espero que gostem :)

Dean Winchester
"- Saving people, hunting things. The family business."
Série: Supernatural
Ator: Jensen Ackles
Quote: ''- I'll say it again. Demons I get. People are crazy.''
Comentário: Eu demorei bastante tempo pra começar a assistir Supernatural (já falei isso aqui no blog algumas vezes) e eu tenho que admitir que me apaixonei pelo Dean desde o primeiro episódio. Lindo, engraçado, badass, apaixonado por seu Impala e por Casa Erótica, Dean é um dos meus personagens favoritos. Eu só fiquei chateada com ele pouquíssimas vezes durante nove temporadas, e isso só porque a situação envolvia meu outro personagem favorito de Supernatural.

Castiel
"- I'm the one who gripped you tight and raised you from Perdition."
Série: Supernatural
Ator: Misha Collins
Quote: ''- I learned that from the pizza man.''
Comentário: Alguém que assiste essa série consegue não gostar do Cas? Ele é o anjo mais fofo de todos. Companheiro, ingênuo, amigo, ele sempre está lá pelo Dean e o pelo Sam. Consegui gostar mais ainda dele quando comecei a ver as convenções de Supernatural, sério, eu sempre morro de rir com o Misha em todas elas, e o twitter dele não fica atrás.

Klaus Mikaelson
''- He's your first love, I intend to be your last.''
Série: The Originals
Ator: Joseph Morgan
Quote: "- Hello, Tyler. You look well. I aim to change that."
Comentário: Quando o Klaus apareceu em The Vampire Diaries, eu realmente não gostava dele e nem entendia porque tinha tanta gente que gostava. Porém, na quarta temporada de TVD, eu acabei perdendo um pouco do interesse na série e fiquei super atrasada. Quando voltei a ver, resolvi reassistir desde a primeira temporada e simplesmente me apaixonei pelo Klaus (não faz o menor sentido, eu sei). The Originals começou e eu tinha que ver. Hoje o Klaus é um dos meus personagens masculinos favoritos.

Elijah Mikaelson
''- No one hurts my family and lives. No one.''
Série: The Originals
Ator: Daniel Gillies
Quote: ''You don't make it easy to love you, brother.''
Comentário: Ao contrário do Klaus, gostei do Elijah desde o primeiro episódio em que ele apareceu em The Vampire Diaries. Inteligente, honrado, fofo e confiável, é difícil não se apaixonar por ele. Adoro ver a relação dele com os irmãos em The Originals e estou adorando a série.

Jon Snow
''-You know nothing, Jon Snow''
Ator: Kit Harington
Quote: ''Night gathers, and now my watch begins. It shall not end until my death…  I am the sword in the darkness. I am the watcher on the walls. ''
Comentário: Eu já tinha falado do Jon aqui no blog como um dos meus personagens masculinos favoritos dos livros, e é claro que na série não ia ser diferente. Jon é corajoso, lindo, ótimo em lutas com espadas e eu ainda não conheci ninguém que não goste dele. Finalmente desencalhei O Festim dos Corvos e pretendo pegar o embalo e ler A Dança dos Dragões logo logo.



Austenlândia – Shannon Hale:
Editora: Galera
Número de páginas: 240
Classificação: 5/5

Resenha:
Assisti ao filme a um tempinho atrás, e me apaixonei completamente (aquele filme é perfeito!), então não podia deixar de ler o livro. Assim que soube que ia ser lançado no Brasil saí correndo comprar. Vi tantos comentários negativos em relação ao filme quando comparado ao livro que achei que tivessem modificado completamente a história, mas acabei achando uma adaptação boa, sim. Como assisti primeiro ao filme, acabei gostando mais dele, como quase sempre acontece, mas o livro ainda assim é muito bom.

Jane Hayes é uma mulher de 33 anos que sofre uma decepção amorosa atrás da outra, desde que conheceu a história de Orgulho e Preconceito, e busca em todos os homens o Sr. Darcy. Apesar de morrer de vergonha e de não admitir para ninguém além da melhor amiga (e Carolyn, sua tia-avó, mas ela descobriu por acaso), ela é completamente obcecada pelo Sr. Darcy. Ela passa suas noites assistindo a minissérie lançada pela BBC em 1995 (eu era a única que nunca tinha assistido? Só tinha visto o filme. Mas fui atrás da minissérie agora, e adorei), e acredita que um dia irá encontrar um Sr. Darcy para ela.

A surpresa vem no dia que ela descobre que Carolyn deixou algo para ela em seu testamento. Sim, surpresa, porque elas não eram nem um pouco próximas. Curiosa para saber o que era, Jane vai atrás, e descobre que sua parte na herança era uma viagem não reembolsável para Austenlândia, um local onde as pessoas abrem mão de todas as coisas modernas, se vestem com roupas antigas e fingem estar no século XIX. É ridículo, Jane não tem a menor intenção de ir. Mas ela sabe por que Carolyn deixou aquela viagem para ela: para ver se ela finalmente desistia dessa obsessão. E é por isso que, mesmo contra a vontade, ela vai acabar indo. Ela vai passar essas três semanas lá, e depois dirá adeus ao Sr. Darcy. Vai parar com aquela obsessão sem sentido.

Em Pembrook Park, na Inglaterra, Jane não é mais Jane, ela é a Srta. Jane Earstwhile. Lá ela é uma dama do século XIX, e terá que se comportar de acordo. Qualquer deslize pode se transformar em sua imediata expulsão. Foi isso que a dona deixou bem claro para Jane quando ela chegou. Na Austenlândia, Jane viverá uma experiência completa de 1816, se vestirá de acordo, terá criados, conhecerá cavalheiros, e participará de bailes. É um sonho para qualquer fã. E é uma ótima despedida para o Sr. Darcy. Ela poderá viver um último romance, mesmo que seja falso, e depois disso se libertará dessa loucura.

Mas Jane não vai se sentir à vontade em Pembrook Park. Jane vai se sentir ridícula, usando aquelas roupas, fingindo ser outra pessoa e, principalmente, fingindo acreditar que aqueles atores se interessam por ela. Como eles devem rir das mulheres que vão àquele lugar. Ela sabe que aquele lugar é para mulheres ricas virem durante as férias. Ela não é uma daquelas mulheres, mas todos presumem que ela seja. Ou pelo menos ela acha que sim, a não ser que a “amável” dona da propriedade tenha compartilhado suas informações com os outros. Mas mesmo assim, ela continua se sentindo ridícula naquele lugar, agindo daquela maneira. Jane está desesperada por realidade.

E é em Martin, o jardineiro, que ela vai encontrar essa realidade. No meio de todo aquele fingimento, é com ele que ela vai, pela primeira vez na vida, viver o momento. Sem planos para o futuro, sem se imaginar de vestido de noiva, ou tendo filhos. Somente o momento. Jane vai começar a perceber que ela deve deixar o futuro para o futuro, que ela não deve planejar tudo, se ela quiser ser feliz. Mas ela não pode desperdiçar a experiência, ela foi até lá para dar adeus ao Sr. Darcy, e é isso que ela fará. Ela deve mergulhar de cabeça naquela história.

Então Jane irá interagir com a Srta. Charming, uma mulher divertida, a Srta. Heartwright, uma mulher amável, o Coronel Andrews, um homem que se dá bem com todo mundo, o Capitão East, que parece ter uma antiga história com a Srta. Heartwright, e o Sr. Nobley, um homem carrancudo que parece não gostar de ninguém. Ela dará o seu melhor para fazer daquela viagem inesquecível. Ela vai bordar, vai ler, vai caminhar, vai ficar sem fazer nada, ou seja, vai fazer tudo o que as mulheres daquela época faziam. E, principalmente, vai viver um romance com o Sr. Nobley. Ela vai desempenhar seu papel perfeitamente.

Mas será que é isso que ela realmente quer? Quanto mais tempo ela passa lá, mais Jane vai percebendo coisas sobre si mesma, mais ela vai ficando em dúvida sobre o que realmente quer. Será que ela deve continuar nessa atuação, ou ela deve ir atrás de algo real, algo verdadeiro? Jane deve fazer escolhas que podem mudar toda a sua vida, porque, mesmo depois de sair de Austenlândia, ela não voltará a ser quem era antes. Ela deve tomar uma decisão, e sair em busca do seu felizes para sempre.

Eu acho que se eu tivesse lido o livro antes de ver o filme teria gostado mais, até porque ficaria mais em dúvida em algumas coisas, assim como fiquei quando assisti ao filme, e no livro já sabia. Mas mesmo assim é uma história linda. O final é perfeito. Terminei esse livro completamente apaixonada pela história, além de que fui correndo assistir à minissérie de Orgulho e Preconceito, aquela a qual Jane fala tanto (ótima, por sinal). A edição da Galera ficou impecável, além da capa ser maravilhosa, a diagramação ficou incrível, com detalhes nos inícios de capítulos, além de pequenas histórias sobre os ex-namorados de Jane. Recomendo demais essa história, tanto o livro quanto o filme.


Oi gente! Essa semana, foram divulgadas as datas de mais uma turnê, dessa vez do livro Princesa Adormecida da autora nacional Paula Pimenta. Veja a programação:

Depois do sucesso de seu conto em "O Livro das Princesas", Paula Pimenta está de volta com o livro "Princesa Adormecida", uma recontagem moderna de "A Bela Adormecida" que a Galera Record vai lançar em maio.  Para comemorar este lançamento, a autora fará uma turnê em algumas capitais brasileiras para receber seus fãs. Garanta já o seu exemplar e confirme sua presença no evento: serão distribuídas 300 senhas para autógrafo.

São Paulo
Sábado, 31 de maio às 15h00min
Saraiva Mega Store - Center Norte

Brasília
Domingo, 1 de junho às 14h00min
Livraria Saraiva - Pátio Brasil

Manaus
Terça, 3 de junho às 17h00min em UTC-04
Livraria Saraiva Manauara Shopping
Rua Recife, Manaus

Belém
Quarta, 4 de junho às 17h00min
Saraiva - Boulevard Shopping

Fortaleza      
Quinta, 5 de junho às 17h00min
Livraria Saraiva Shopping Iguatemi

Salvador
Sexta, 6 de junho às 17h00min
Livraria Saraiva - Shopping Salvador

Belo Horizonte


Um Herói para Ela – Lu Piras:
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 336
Classificação: 4/5

Resenha:
Um Herói para Ela não foi o primeiro livro da Lu Piras que li. Para falar a verdade, se não fosse por ter lido Equinócio e adorado a escrita da autora, nem teria lido esse livro, já que não me interessei muito pela sinopse. Mas, como tinha adorado o outro livro, assim que o livro que a Novo Conceito disponibilizou chegou, corri para ler. E, assim como foi com Equinócio, adorei Um Herói para Ela.

Bianca é uma garota comum, recém formada em uma profissão que não queria, trabalhando em uma firma onde não gostava, e sendo constantemente decepcionada por todos os caras com quem saía, não importava o quão diferente eles fossem. E, mesmo assim, ela não desistia da ideia de encontrar seu príncipe encantado, procurando os caras mais esquisitos e diferentes possíveis, tentando achar em algum deles o amor de sua vida.

Preocupada com a filha saindo com todos aqueles caras, além de saber que ela não estava feliz naquele emprego, a mãe de Bianca tem uma ideia: inscrevê-la em um programa de bolsas de estudo para fazer um curso de roteiros na New York Film Academy, em Nova York óbvio. Ela e o marido mandam um dos roteiros criados pela filha e ela é escolhida. Bianca está assustada com a ideia de ir sozinha para outro país, mas os pais a incentivam a ir atrás de seus sonhos, e Bianca sempre quis ser uma roteirista de cinema. Esta é sua chance, e ela não deve desperdiçá-la.

Chegando a Nova York, Bianca logo conhece as garotas com quem vai dividir o apartamento: Natalya, uma russa que não parece muito simpática, e Monica, uma brasileira que logo se torna sua amiga. As aulas são ótimas, interessantes, e logo Bianca se vê envolvida na vida em Nova York como se tivesse morado lá toda a vida. Claro, ela sente falta de casa, dos pais, mas já não é mais assustador sair sozinha por Nova York. Ela está feliz, tem amigas, e está focando em realizar seu sonho.

Mas suas amigas não vão aceitar sua ideia de se focar completamente nos estudos e não aproveitar a vida na cidade. Logo ela se vê sendo levada pelas amigas para lugares onde ela nunca iria por livre e espontânea vontade. Lugares como o El Calabozo não fazem seu estilo e, além disso, ela foi para Nova York para estudar, e não para ir atrás de garotos. Mas logo logo ela vai perceber que as coisas nem sempre saem como planejadas, e que é assim que a vida é.

E ela vai perceber que os garotos não vão sumir de sua vida só porque ela quer estudar. Ela vai ter que lidar com Paul, um garoto do seu curso de roteiro que quer apresentar o roteiro de Bianca para o pai, um famoso que poderia abrir as portas de Hollywood para ela. Mas Paul quer também ficar com ela, é claro. Vai ter também Salvatore, um misterioso garçom italiano que parece interessado nela, ao mesmo tempo em que foge dela. Também vai ter o cara com a tatuagem que parece estar sempre por perto para salvá-la, mas quem ela não sabe nada a respeito. E, por último, o vocalista da misteriosa banda The Masquerades, que também parece interessado nela.

Ela vai ter que lidar com eles, e terá que decidir o que realmente veio fazer em Nova York. Ela veio pelo roteiro, sim, mas será que vale a pena deixar ele um pouco de lado para viver um grande amor? Será que não era isso que Bianca realmente queria? Ela vai ter que fazer alguns sacrifícios, vai ter que decidir o que realmente vale a pena. E, depois de decidir, ela terá que repensar, e decidir mais uma vez. Porque a vida não é um conto de fadas, e heróis não existem. Ela vai ter que decidir se aquilo tudo vale a pena, ou se ela deve desistir.

Eu tenho que dizer que eu definitivamente não esperava metade das coisas que encontrei nesse livro. Pensei que fosse ser um romance leve e bonitinho (não que livros assim sejam ruins, adoro eles). Mas não foi. O romance foi sim lindo, mas tem muito mais que isso. Acabamos, junto com Bianca, nos envolvendo em uma história cheia de mentiras, segredos, ameaças, perigos, decepções, arrependimento, luta, superação, amizade e amor. Um Herói para Ela foi uma surpresa. Começamos esperando apenas um romance, e nos vemos em meio a uma história cheia de ação.

Os personagens são ótimos, todos muito bem trabalhados, cada um serve bem ao seu papel, e nos encantam com suas personalidades (pelo menos os que deveriam nos encantar, que não são todos). Sobre a edição da Novo Conceito, está ótima. A capa é linda demais, e a diagramação do livro está ótima. Livro super recomendado, vocês encontrarão muito mais que apenas um romance.


Oi! Hoje nós viemos trazer o resultado da promoção do livro Tabuleiro dos Deuses, da autora Richelle Mead, que acabou dia 09 de Maio. Muito obrigada mesmo a todos que acompanham o blog e participaram da promoção do aniversário de 3 anos. Vocês não imaginam o quanto isso é importante para nós. Agora vamos ao resultado:


Parabéns Jessi!

Espero que goste bastante do livro *--* Você tem cinco dias (a partir do dia em que foi divulgado o resultado) para entrar em contato conosco pelo e-mail stolennights.rab@gmail.com e nos enviar seus dados. Caso isso não aconteça, infelizmente, faremos um novo sorteio.

Obs: Gente, quando está escrito para deixarem o link ou nome ou alguma coisa no campo em branco no formulário, faça isso. Não temos como conferir se vocês não deixam escrito, e iremos desclassificar sua entrada, assim como tivemos que fazer muitas vezes nessa promoção. No mais, muito obrigada pela participação de todos!


Oii! Hoje vim trazer um post que eu adoro: a caixinha de correio! rs Adoro quando chegam livros aqui em casa, e o melhor é que eu não comprei nenhum desses. Esses últimos tempos tenho andado atrás de livros mais no estilo policial, e consegui um monte deles por troca, e ainda ganhei um sorteio! Muito feliz, mas vamos aos livros.

O Cirurgião – Tess Gerritsen: Consegui esse pelo Plus e está tão lindo que parece novo. Vi a resenha de um livro dessa série no blog S2 Ler e adorei, então fui atrás do primeiro livro da série para ler na ordem. Já li e, apesar de ter morrido de medo (passei a noite acordada encarando a porta do meu quarto com medo de alguém aparecer rs), adorei, e já estou atrás dos outros livros da autora.
A Sombra da Lua – John Sandford: Esse também consegui pelo Plus e, apesar de ter levado quase um mês para receber, foi uma boa troca. Já conhecia o livro fazia tempo, mas nunca tinha ido atrás dele, agora me interessei por um livro da série e resolvi ler desde o início. Espero gostar.

O Verão das Bonecas Mortas e Os Bons Suicidas – Toni Hill: Já tinha visto muitos comentários sobre o primeiro livro por aí, mas nunca tinha prestado atenção (pensei que fosse assustador por conta do nome). Fui me interessar pela série quando li a resenha da Mari do segundo livro, então fui atrás do primeiro no Skoob. Acabei conseguindo uma boa troca no primeiro, que veio completamente novo. E ganhei o segundo no sorteio do blog S2 Ler, e agora tenho os dois livros! Espero ler logo.

Príncipe Mecânico – Cassandra Clare: Apesar de já ter a série toda em inglês, tenho preguiça de lê-los, pois o inglês dela é um pouco complicado. Então fui atrás da série em português também, e só estava faltando esse. Queria com a capa holográfica, então estava atrás de alguém que trocasse, já que não está mais vendendo. 
(aliás, alguém tem para troca/venda o quarto e o quinto livro de Os Instrumentos Mortais com a capa holográfica? Os meus não são, e estou atrás deles para completar a coleção certinho)
Consegui o livro pelo Plus, e ele está lindo. Agora acho que vou ler a série toda de uma vez.
Quase Mortos – Rook Hastings: Pelo mesmo motivo de O Verão das Bonecas Mortas, nunca tinha me interessado por esse livro. Mas li resenhas bem positivas e gostei, só espero conseguir ler sem morrer de medo rs. Consegui ele também por troca no Skoob, e veio novinho.

Poseidon – Anna Banks: Desde que a Novo Conceito divulgou o lançamento desse livro tenho estado doida atrás dele, mas nós não estávamos recebendo os livros da Editora na época, então não tinha conseguido ele. Achei ele disponível no Plus e corri pedir, veio novinho. Mal posso esperar para ler!

Então, esses foram os livros que chegaram. O que acharam? Dei sorte nas trocas, né? Consegui um monte de livros bons. Agora é só arrumar tempo para ler todos esses, pior é que eu costumo ler de noite, e esses não é uma boa ideia fazer isso (pessoa medrosa que depois não dorme rs). Vou ter que arranjar tempo de dia. E vocês, o que receberam nesses últimos dias?
Obs.: Poseidon não está na foto final pois recebi o livro agora mesmo, e não tive como tirar foto de todos juntos.


Tecnologia do Blogger.