Just Good Friends– Rosalind James:
Série: Escape to New Zealand #2
Classificação: 5/5
Onde comprar: Amazon

Resenha:
Just Good Friends é o segundo livro da série Escape to New Zealand, mas pode ser lido fora de ordem porque são livros independentes (eu só fui descobrir que era uma série na metade do livro), e não atrapalha em nada não ter lido o anterior.

Outro livro da série “o ebook estava grátis na Amazon e eu gostei da capa”. Kate Lamonica, depois de ser quase morta por Paul, seu ex-namorado, foge para Nova Zelândia, o lugar mais distante da Califórnia onde ela conhece alguém. Ela pretende se esconder lá por um ou dois anos até que Paul desista dessa obsessão que ele tem por ela e ela possa voltar para casa.

Ao chegar na Nova Zelândia, Hannah mal consegue reconhecer a amiga, de tão assustada e paranoica que Kate está. Mas ela está lá para tentar recomeçar a vida, e precisa de toda a ajuda que conseguir. Drew, marido de Hannah, consegue para ela um emprego nos Blues, o time de rugby que ele joga. E é lá que ela conhece Koti James, um dos principais jogadores do time. Mas, ao contrário da maioria das mulheres, ela não cai imediatamente em seus encantos, e a primeira impressão que um tem do outro não é muito boa.

Depois de uma discussão em um churrasco, Kate e Koti acabam fazendo uma aposta:
“Eu vou fazer uma aposta com você. Eu vou ser seu amigo por um mês. Não, por seis semanas. Esse é o melhor teste que eu consigo pensar. Se eu consigo ser seu amigo, eu acho que consigo ser amigo de qualquer mulher. Nós passamos um tempo juntos, e então você pode ver por si mesma.”

E é a partir daí que parte a história, os dois tentando ser amigos. É muito lindo ver, porque eles estão realmente tentando ser amigos, no início por causa da aposta mesmo, mas depois eles vão percebendo que a companhia do outro não é tão ruim quanto pensavam. Nem um pouco ruim. É lindo ver como o Koti muda, como ele é fofo com ela em algumas partes, como ele mostra pra ela a cidade, como ele conta para ela a história de seu país. E é interessante ver a Kate tentando deixar esse medo todo que ela sente para trás, aprendendo a confiar de novo.

Os personagens são ótimos, tanto a Kate quanto o Koti crescem demais durante o livro, aprendem um com o outro. E os personagens secundários não ficam para trás. Fiquei muito curiosa com a história da Hannah e do Drew (o primeiro livro conta a história deles, vou ler assim que der tempo), e os outros personagens também são bem construídos e tem seus papéis na história.

Todo mundo já percebeu que eu simplesmente adorei esse livro, né? Mas ainda nem falei da melhor parte, que foi a descrição dos lugares, da cultura e da história do povo da Nova Zelândia. A autora fez isso muito bem. Sério, eu acabei o livro com uma vontade tão grande de conhecer a Nova Zelândia, e olha que eu nunca tinha pensado em ir pra lá (apesar de morrer de vontade de conhecer a Austrália).

Por último, o inglês é um pouquinho mais complicado de entender, porque a autora utiliza algumas expressões da Nova Zelândia, além de muitas palavras do vocabulário nativo de lá. Mas dá para entender pelo contexto, e tem uma lista de vocabulário no final do livro (que obviamente eu só vi quando cheguei no final), então se tiver paciência dá para ler, e vale a pena.

Série:
1. Just this Once
2. Just Good Friends
3. Just for Now
4. Just for Fun
5. Just My Luck
6. Just Not Mine
7. Just Once More.


Tecnologia do Blogger.