Tag criada pela Cláudia do canal "A Mulher que ama Livros"
Oi! Bom, no final do ano passado eu respondi essa mesma tag aqui no blog, porém, acabei não lendo quase nenhum dos livros que coloquei nela. Infelizmente, 2013 não foi um ano muito bom para as minhas leituras, e li bem menos livros do que estou acostumada. Por isso, resolvi responder de novo a tag e me esforçar ao máximo para ler todos os 12 livros da lista em 2014.

Morte Súbita - J. K. Rowling
Wings of the Wicked - Courtney Allison Moulton
Froi, um Exilado - Melina Marchetta
Cobiça - J. R. Ward

Prince of Thorns - Mark Lawrence
A Batalha do Apocalipse - Eduardo Spohr
Desastre Iminente - Jamie McGuire
Menina de Vinte - Sophie Kinsella

Finale - Becca Fitzpatrick
Tempest - Julie Cross
AlmaNova - Jodi Meadows
Mentes Sombrias - Alexandra Bracken


Ano passado eu fiz um Top 10 para o primeiro semestre e outro para o segundo semestre. Mas, como esse ano eu li pouquíssimos livros (consegui chegar aos 50 só porque li bastante em dezembro), vou fazer um só mesmo.

10º lugar: A Intuitiva – Hannah Howell (skoob):
Hannah Howell escreve muito bem. Essa série é ótima, amei A Vidente, amei A Sensitiva, e agora amei A Intuitiva. E tenho certeza de que vou amar O Escolhido também, quando conseguir comprá-lo e lê-lo. Foi ótimo ler esse livro no meio de tantos outros “normaizinhos” que eu li esse ano.
"- E você quer que ele a ame como você o ama. - Ele sorriu e beijou-a no rosto quando ela resmungou. - Não fique remoendo isso. Considere as atitudes dele, prima, não o que diz ou não diz. Às vezes, os homens podem ser uns idiotas e nem percebem que as palavras são necessárias."

9º lugar: As Violetas de Março – Sarah Jio (skoob | resenha):
Apesar de nunca ter lido nada da autora, a sinopse desse livro me lembrou de A Casa das Orquídeas, da Lucinda Riley, e isso me fez sair doida atrás do livro. As expectativas eram altíssimas, e eu fiquei muito feliz por terminar o livro com elas tendo sido, não só alcançadas, como superadas. Não é melhor que A Casa das Orquídeas, mas não é ruim, nem um pouco, a Sarah Jio tem um estilo diferente do da Lucinda Riley.
“Eu sabia, em meu coração, que se houvesse algo a aprender com a história de Esther seria ficar e lutar – pela verdade e pelo amor. No entanto, eu estava muito cansada para isso agora.”

8º lugar: Just Good Friends – Rosalind James (skoob | resenha):
Sabe quando você lê um livro sem expectativa nenhuma? Eu nunca tinha ouvido falar dele, não fazia ideia sobre o que ele era, só tinha achado a capa legal e “comprado” ele no kindle (adoro os livros que acho de graça na amazon). Me surpreendeu pela história tão linda dele, eu amei. E ele se passa na Nova Zelândia, um dia eu ainda vou para lá *--*.
“Tudo na Austrália está tentando te matar, você não sabia? Cinco das dez cobras mais mortais do mundo vivem em Queensland. E depois há as aranhas venenosas e as águas-vivas. Isso sem mencionar os crocodilos e os grandes tubarões brancos. Outro ponto a favor da Nova Zelândia.”

7º lugar: Ecos da Morte – Kimberly Derting (skoob | resenha):
Já tinha Ecos da Morte a um tempinho na estante, mas nunca tinha prestado muita atenção nele. Aí uma amiga minha na faculdade me falou dele, e ela falou tão bem do livro que eu peguei ele para ler na mesma hora. Me surpreendi. Não é um livro perfeito, mas é tão fofo, tão bonitinho, que mereceu seu lugar nos favoritos.
"Melhor amigo. A expressão agora parecia muito estranha, tal qual um tênis velho e confortável, que antes praticamente se amoldava ao formato de seu pé, mas que depois passou a machucar a cada passo, porque já não servia mais.”

6º lugar: School Spirits – Rachel Hawkins (skoob | resenha):
Fiquei triste ao ler Spell Bound e terminar a trilogia Hex Hall, mas me animei quando vi que a autora iria fazer um spin-off. A Rachel Hawkins tem um jeito de escrever que eu não consigo definir, só sei que os livros dela são tão leves, engraçados e fofos que te deixam querendo mais e mais. E School Spirits não foi diferente. Peguei ele quando chegou só para ver como era por dentro e quando vi já estava na metade do livro rs.
"É isso. Seja você mesma. Seja Isolde Brannick, e eles não terão outra escolha senão adorar você. – Ele estendeu a mão e pegou a minha, dando um beijo nela. Eu estava atordoada demais para fazer qualquer coisa além de ficar sentada lá, com a minha mão na dele."

5º lugar: Easy – Tammara Webber (skoob):
Fui me interessar por esse livro só por conta das milhares de resenhas super positivas que eu vi por aí, acho que foram poucas as pessoas que não gostaram desse livro. E isso me fez ficar super animada para ler Easy. E o melhor foi que eu não me decepcionei nem um pouco. Li de uma vez e, quando terminei, queria mais. Muito lindo.
"Talvez você até tivesse se culpado, sem saber que a relação estava condenada por causa dele. Em vez disso, você está aqui. Levou um pé na bunda, perdeu algumas aulas e conheceu o melhor monitor de economia da faculdade! Quem sabe, talvez, eu faça você se apaixonar por economia?"

4º lugar: Um Porto Seguro – Nicholas Sparks (skoob):
Livros do Nicholas Sparks precisam ser lidos por mim em tempos bem espaçados uns dos outros, não sei porquê. Simplesmente não consigo ler mais de um deles por vez, normalmente deixo pelo menos meio ano até ler outro (e é por isso que eles estão se acumulando lá em casa, já que sai muito mais do que um livro dele por semestre). As expectativas para esse eram altíssimas, e também foram superadas, apesar de eu não ter chorado lendo esse.
"Eram ideias irracionais e ilógicas, que iam contra tudo o que ela tinha prometido a si mesma quando se mudou para Southport. Mas Katie percebeu que queria que ele a conhecesse melhor. Ela queria que ele a entendesse, porque tinha a estranha sensação de que ele era o tipo de homem pelo qual ela poderia se apaixonar, mesmo que não quisesse."

3º lugar: Perdida – Carina Rissi (skoob):
Fazia muito tempo que eu queria ler Perdida, principalmente depois da Iza ter lido e gostado tanto dele, mas só fui conseguir ler agora em dezembro. As expectativas eram enormes, mas mesmo assim foram superadas. A história é linda demais, e eu me apaixonei pelos personagens (e adorei as menções à Jane Austen *--*).
“Você sempre foi muito cética, não é? Nunca acreditou em magia. Nem mesmo em conto de fadas ou Papai Noel. Sempre prática! Está na hora de começar a crer que existem mais coisas no universo além daquelas que os seus olhos podem ver. E finalmente começar a viver sua vida! Você sempre a deixou para depois, esperando que ela acontecesse, mas nunca fez nenhum esforço para isso.”

2º lugar: Em Chamas – Suzanne Collins (skoob | resenha):
Eu tinha desistido de ler o resto da série depois de ter me decepcionado com Jogos Vorazes, mas as notícias do filme me deixaram curiosa e, já que eu tinha o livro em casa, resolvi ler. Agradeci por ter feito isso, porque esse livro é demais. Terminei doida pelo terceiro livro, Em Chamas compensou tudo o que eu não tinha gostado de Jogos Vorazes.
“- Você devia me acordar - digo, pensando em como eu interrompia o sono dele duas ou três vezes numa noite ruim. (...)

- Não é necessário. Meus pesadelos normalmente têm a ver com perder você - diz ele. - Eu fico legal logo que percebo que você está aqui.”

1º lugar: Trono de Vidro – Sarah J. Maas (skoob | resenha):
Como eu disse na resenha, esse livro foi perfeição demais. Ainda não acredito que ele tenha sido tão bom, que eu tenha gostado tanto. Eu já conhecia ele antes de sair daqui e tinha vontade de ler, mas não esperava que fosse tão incrível, que me surpreendesse tanto. Ele tem alguma coisa que me lembra Vampire Academy, apesar de eu nunca ter conseguido descobrir o que, e é um livro que eu recomendo a todos sempre.
“- Por que nenhum de vocês está aqui?

- Guardas são inúteis em uma biblioteca.

Ora, como ele estava errado! Bibliotecas estavam cheias de ideias. Talvez as mais perigosas e poderosas armas.”

Então, esses foram os meus favoritos do ano, teve alguns outros que eu gostei bastante também, mas esses foram os escolhidos. Quando comecei a olhar os livros para fazer o top 10 no início de dezembro, fiquei assustada ao ver que quase não tinha livros favoritos nas minhas leituras do ano, cheguei a pensar em colocar só top 5, mas esse mês parece que eu peguei toda a sorte que não tinha tido durante o ano e li livros incríveis, metade desse top 10 é de livros lidos este mês. Espero que ano que vem eu consiga ler bem mais e diminuir a minha pilha bastante, apesar de não acreditar muito nisso. E vocês, quais foram os seus favoritos? Algum desses que eu falei?


Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido – Deb Caletti:
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 238
Classificação: 3/5

Resenha:
Depois de ler Um Lugar para Ficar (resenha) e me apaixonar pelo livro, fiquei doida para ler outros livros da Deb Caletti. Sempre soube que esse livro ia ser mais adolescente, tanto pelo título quanto pela sinopse, mas ainda assim tinha bastantes expectativas sobre ele. Não foram superadas, infelizmente, mas o livro não chegou a ser ruim. Foi um livro bom, mas só isso. Não deixou uma mensagem para você ficar pensando tempos depois sobre ele.

Ruby McQueen sempre foi uma garota certinha, seguia as regras, tinha um bom relacionamento com a família, pensava antes de agir, ficava na sua. Mas nesse verão ela decidiu ser diferente. Ela iria ser uma garota corajosa, destemida. E isso acabou por incluir Travis Becker e sua moto. Travis a provocava uma vontade de fazer as coisas mais perigosas possíveis, de viver aventuras. Mas Travis parece não saber a hora de parar, e Ruby começa a se perguntar se ela realmente sabe quem é esse garoto com quem ela está se relacionando. E ela vai chegar a uma conclusão de que não gosta do modo como Travis faz as coisas.

Mas Ruby logo vai perceber que Travis possui um efeito enorme sobre ela, ele consegue convencê-la de qualquer coisa. Ela não consegue pensar claramente quando está perto dele. E é por isso que vai precisar de toda a ajuda possível para se manter distante. E não vão faltar pessoas para ajudá-la. Ann, sua mãe, nem parece aquela mulher de uma semana atrás que estava tão deprimida por ser abandonada de vez por seu marido, agora ela tem um objetivo: deixar Ruby ocupada, porque se ela tiver outras coisas para pensar, ela não vai se lembrar de Travis.

E isso significa que ela vai levar Ruby para participar de seu clube de leitura, as Rainhas Caçarolas, um grupo de idosas (e idoso) que ultimamente estão discutindo um livro chamado A Vida Multiplicada por Dois, do famoso escritor Charles Whitney. As velhinhas (não vou falar o nome de todas, porque são muitas) são incríveis, adoram implicar com o único homem que participa do clube, e vivem dando palpites uma na vida da outra. Dá para ver que eles todos são muito amigos (fica tão estranho colocar no masculino tendo só um homem na história), e se preocupam de verdade um com o outro.

Acontece que a senhora Peach, uma das velhinhas, está certa de que Lillian, uma participante do clube que sofreu um derrame e não fala mais, é a protagonista dessa história de Charles Whitney. Está certa de que ela é o amor da vida dele. Mas ela também estava certa de que tinha um corpo no quintal do vizinho, e só o que a polícia achou foi um saco de lixo, então não é muito comum acreditarem nela. Mas Ann acredita, e Ruby também. E elas acabam descobrindo a verdade, que as motivam a invadir a Casa de Repouso onde as filhas de Lillian a colocaram, para levarem-na até o amor de sua vida. E assim se dá uma viagem muito engraçada onde Ruby, seu irmão, sua mãe e alguns velhinhos levam Lillian até o encontro de Charles. E essa viagem não vai terminar sem confusão.

Meu personagem preferido é o irmão da Ruby. Chip Jr. é um garoto muito inteligente, muito observador, ele percebe coisas que ninguém nunca iria notar. A relação dele com a Ruby é linda, normalmente vemos os irmãos brigando nos livros, mas os dois são companheiros, cuidam um do outro, além de se unirem para cuidar da mãe depois das visitas do pai. Também adorei o Poe, o cachorro da família. Ele destrói tudo o que vê pela frente, ele abriu um buraco na parede da cozinha tentando sair para o quintal (me lembrou demais meu gato destruindo a árvore de Natal). Morri de rir com as reações da família quando percebiam o que ele tinha feito. Ann, a mãe deles, me incomodou no início, mas logo ela muda, ela começa a tomar conta da sua vida, a seguir em frente. E ela fará com que Ruby faça o mesmo. As velhinhas e o velhinho são incríveis, sem dúvida as melhores partes da história são quando eles aparecem. Travis é um garoto rico, não sabemos muito sobre ele além de que ele gosta de se meter em situações perigosas. Mas sabemos que ele não possui bom caráter. Não gostei dele desde o início, não entendi a relação dele com a Ruby, acho que esse foi o ponto ruim da história. A Ruby é uma garota certinha, responsável, que se importa com as pessoas, mas quando ela está com o Travis ela se torna outra pessoa. Nem ela entende o que acontece com ela, ela simplesmente muda quando está com ele. E não é para melhor.

Sobre a edição da Novo Conceito: a capa é linda, muito bem trabalhada, a diagramação do livro está ótima, os inícios de capítulos ficaram lindos, e eu não notei erros. A história foi boa mas, se tratando de um livro da Deb Caletti, eu esperava mais. Acho que o ponto fraco da história foi realmente o relacionamento da Ruby com o Travis, não deu para aceitá-lo muito bem, não fez muito sentido. A parte do clube de leitura foi ótima, rendeu muitas risadas. Indico o livro sim, mas não vão com tantas expectativas.



Destinada à Sepultura - Jeaniene Frost
Título original: Destined for an Early Grave
Série: Night Huntress #4
Editora: Novo Século
Número de páginas: 312
Classificação: 4/5
Onde comprarSaraiva Amazon e Book Depository

Resenha:
Destinada à Sepultura é o quarto livro da série Night Huntress. Então, clique aqui se você ainda não leu o primeiro livro, aqui se você ainda não leu o segundo ou aqui se você ainda não leu o terceiro, pois essa resenha contém spoilers de A Caminho da Sepultura, de Com um Pé na Sepultura e de À Beira da Sepultura.

Catherine Crawfield e Bones já enfrentaram vários obstáculos desde que se conheceram. Porém, quando os dois resolvem tirar algumas férias mais do que merecidas, Cat começa a ter sonhos com um misterioso vampiro, Gregor, afirmando que Bones não é seu marido. Ela não da muita importância a suas visões, até que Mencheres revela um segredo sobre a vida de Cat que até mesmo ela desconhecia, ameaçando o relacionamento do casal. Enquanto isso, no mundo dos mortos-vivos, vários boatos começam a surgir de que Cat estaria interessada em ser transformada em um ghoul, o que causa uma enorme inquietação entre essa espécie e os vampiros. Colocando em risco não só a vida de Cat, mas também daqueles que ela ama.

Destinada à Sepultura tem uma história mais sombria e emocionante, porém um pouco mais fraca do que os primeiros da série. Não que seja ruim, bem longe disso, a partir do meio do livro eu não desgrudava das páginas e tudo ia ficando cada vez mais e mais interessante. O começo tem umas partes um pouco agoniantes e bem tristes, onde o que eu mais queria era que a maioria dos problemas dos personagens sumisse para que tudo voltasse a ser como antes entre a Cat e o Bones. Eles discutem muito, algumas vezes por pequenas coisas e eu fiquei bem aflita. Eu não gostei do Gregor em nenhum momento e sempre que ele aparecia, eu sabia que tudo iria piorar muito.

Uma das coisas que mais gosto nos livros da Jeaniene é o modo como ela sabe criar personagens com quem o leitor realmente se importe e algumas vezes até se identifique. Mesmo quando eles aparecem pouco nos livros, você sabe que adoraria saber mais sobre eles e os ver de novo na trama. É nesse livro que vemos a amizade entre a Cat e Vlad ficar mais forte e duradoura, vemos laços serem testados e como algumas vezes insistimos em antigos preconceitos sem nem ao menos perceber. Além disso, Bones e Cat são perfeitos juntos, e se dependesse de mim essa série teria  muitos e muitos livros.

"- Depois de tudo isto, eu ainda te amo.
Aquilo me surpreendeu e me calou. Então eu falei as primeiras palavras que me vieram à mente.- Você deve estar louco."

Então é isso. Espero que tenham gostado da resenha :)


Oii! Esses dias eu postei a primeira parte da minha Wishlist de Natal, e hoje vim trazer o resto. Espero que gostem!

  1. Chá de Sumiço – Marian Keyes: Nunca tinha parado para prestar atenção nos livros da Marian Keyes, apesar de sempre ouvir falar muito bem deles. Mas esse livro me chamou a atenção na hora que eu li a sinopse, e, desde então, quero muito lê-lo. Porém, o preço está sempre alto, então nunca consegui comprar.
  2. O Escolhido (Wherlocke #4) – Hannah Howell: Li A Intuitiva esses dias e amei, assim como A Vidente e A Sensitiva. A Hannah Howell escreve muito bem. Li a sinopse de O Escolhido e quase comprei na hora o livro, pois é de um personagem que eu conheci em A Intuitiva e gostei muito.
  3. Merlin – T.A. Barron: Um dia eu vou conseguir ler um livro falando sobre o Rei Arthur. Sim, eu sei que tenho As Brumas de Avalon em casa faz séculos e nunca li, mas pretendo sim ler. Mas a capa desse livro é tão linda, me interessei na hora.
  4. Cinder – Marissa Meyer: É uma recontagem da Cinderela! Ou seja, só por isso já preciso ler. Queria ele em inglês em Hardcover, mas já me conformei em ter ele em português mesmo, muito mais fácil de consegui-lo.
  5. Procura-se um Marido – Carina Rissi: Apesar de não ter lido nenhum livro da Carina Rissi ainda, só vejo comentários positivos, e a Iza gostou tanto dele que tenho certeza que eu também vou gostar.
  6. Aden Stone, o Rei dos Vampiros (Interligados #3) – Gena Showalter: Apesar de que, para ler esse livro, terei que reler os dois primeiros, estou muito animada, gosto muito da série, e quero saber o que vai acontecer nesse livro.
  7. A Queda dos Cinco (Os Legados de Lorien #4) – Pittacus Lore: Outra série que terei que reler pelo o livro anterior antes de ler esse, mas que eu estou muito animada. Nem sabia que o livro iria lançar agora, foi uma surpresa quando a editora divulgou. Muito curiosa para saber o que vai acontecer.
  8. Os Adoráveis – Sarra Manning: Na época que a Novo Conceito divulgou esse livro, eu me interessei, mas não muito. Mas foi só começar a ver as resenhas falando bem dele que eu logo me animei e agora estou doida para ler ele.
  9. Príncipe Mecânico e Princesa Mecânica – Cassandra Clare: Apesar de ter os dois em inglês e querer ler eles em inglês, também quero completar a coleção em português, e queria eles logo para tentar conseguir ainda as capas com brilhos.
Então, esses foram os últimos 10 livros da lista que eu fiz, ainda tem muitos outros que eu quero mas não vieram para cá, o que acharam? Alguma sugestão para eu incluir na lista?


Oi gente! Mais um post de capas, dessa vez com livros com instrumentos musicais. Espero que gostem!

16119079
   A Última Nota                              Forever my Girl
                                 Felipe Colbert e Lu Piras                   Heidi McLaughlin


     Azar o Seu!                            Phoenix Rockstar
Carol Sabar                               Bec Botefuhr

10691825
     Ten Miles Past Normal       O Roteiro Inesperado de Fani
                                Frances O'Roark Dowell                   Paula Pimenta

18633481
      Out of Tune                                Sábado à Noite 2 
Michelle D. Argyle                              Babi Dewet


Final de 2011 eu fiz uma meta de livros para ler nas férias (aliás, vendo o post, eu me assustei ao perceber que a quantidade de livros não lidos quase triplicou em dois anos, cheguei a um ponto desesperador já), e eu consegui ler muitos deles, apesar de não ter cumprido a minha meta. Ano passado, como eu não tive férias, eu não fiz. Mas esse ano resolvi fazer de novo, e espero conseguir cumpri-la (até porque a minha pilha está gigantesca, tenho que aproveitar as férias para diminui-la).

Na meta de 2011 separei 15 livros. Esse ano pretendia levar 15 também, apesar de não achar que eu vá ler tudo, mas eles simplesmente não couberam na mala de jeito nenhum, então vieram 12. Espero que eu consiga ler grande parte deles.

The Golden Lily, The Indigo Spell e The Fiery Heart - Richelle Mead: Já li The Golden Lily, mas para ler os outros dois resolvi reler VA e Bloodlines, e parei nele, então estou levando para reler antes dos outros. The Indigo Spell ficou quase um ano na estante esperando para ser lido, não sei o porquê, mas agora como estou relendo pretendo ler ele logo em seguida, assim como The Fiery Heart, que estou doida para ler depois dos spoilers que eu vi sem querer.

A Esperança - Suzanne Collins: Quando terminei Em Chamas saí doida atrás de A Esperança, mas fui conseguir compra-lo só um bom tempo depois. E aí resolvi que ia ver o filme antes de ler o último livro e, como só consegui assistir o filme uma semana antes de viajar, ele foi para a meta de férias.
Divergente - Veronica Roth: Enrolei demais para comprar esse livro, preciso ler antes de saber demais sobre ele. Quero ver o que todo mundo vê nesse livro, quero saber porque todos acham ele tão bom, e quero ler antes de sair o filme.
Ossos - Kathy Reichs: Comprei esse por causa de Bones, a série de TV, mas não li ainda porque descobri que faz parte de uma série, e queria ler na ordem. Mas percebi que se for esperar para ler os anteriores antes, não vou ler esse nunca. Então resolvi ler eles fora de ordem mesmo.

A Garota do Penhasco - Lucinda Riley: Lucinda Riley é uma das minhas escritoras preferidas, e eu estou muito curiosa para ler esse livro e me apaixonar por mais essa história. Ele quase foi lido agora em Dezembro antes da viagem, mas consegui deixar ele para ler nas férias rs.
Querido John - Nicholas Sparks: Eu acho que eu sou a única pessoa do mundo que nunca leu nem assistiu Querido John, mas eu nunca tinha tido vontade. Esses tempos foi que me deu vontade do nada de ler, e eu fui atrás do livro, mas não li ainda.
Um Porto Seguro - Nicholas Sparks: A sinopse dele parece tão linda, que na hora que eu vi sai doida atrás dele. Minha mãe me deu início do ano e não li até hoje rs. Agora quero ver se nas férias consigo lê-lo, por mais que não sei se vou conseguir ler dois do Nicholas Sparks de uma vez.

A Menina Que Roubava Livros - Markus Zusak: Esse era para ter sido lido logo que foi comprado mas, como foi minha mãe quem comprou, e ela quis ler, eu tive que esperar. Ela terminou só agora, e ele foi diretamente para a meta de férias para ser lido de uma vez. Achei o trailer do filme lindo, e estou curiosa para saber se o livro é tão lindo quanto, o que tenho certeza de que será.
Perdida - Carina Rissi: A Iza gostou tanto desse livro e ficou falando dele que eu fiquei doida para ler. Demorei duzentos anos para conseguir comprá-lo, mas agora pretendo ler nas férias. Ele até está separado para ser o primeiro a ser lido.
No Limite da Atração - Katie McGarry: Na época que saiu aqui vi tanta gente falando que fiquei super curiosa, mas ele acabou sendo deixado de lado. Agora que percebi que ele ainda está na estante, quero ler logo.

Então, o que acharam? Tive que refazer praticamente toda a lista, tinha separado início do mês mais ou menos quais ia levar, mas li metade deles antes de sair de viagem rs. Quais livros vão ler nas férias? Fizeram meta?


Tecnologia do Blogger.