Aura Negra (Frostbite) - Richelle Mead:
Série: Vampire Academy #2
Editora: Agir
Número de páginas: 304
Classificação: 5/5

Resenha:
Aura Negra é o segundo livro da série Vampire Academy. Então, se você não leu o primeiro livro ainda, eu aconselho que você não leia esta resenha, pois ela contém spoilers do livro anterior.

Aura Negra é o meu segundo livro preferido da série, e é lindo. Então, se eu já achei difícil resenhar o primeiro livro, esse está sendo mais difícil ainda, e eu nem quero imaginar como eu vou fazer para resenhar o resto da série.

Rose e Lissa já sabem sobre o Espírito, e sobre o laço que elas têm. O problema de Lissa já está resolvido. Rose já entendeu que ela não pode ficar com Dimitri, não só pela diferença de idade, mas principalmente pela segurança de Lissa, e ela não precisa mais se preocupar com nada além de treinar o máximo possível para se tornar a melhor guardiã e poder proteger sua amiga.

Isso tudo seria muito bom se fosse verdade. Lissa está sim muito melhor agora que está tomando medicamentos, sua depressão diminuiu bastante, mas ela sente falta da magia. E o fato de Rose entender que ela não pode ficar com Dimitri não muda em nada o que ela sente por ele, não importa o quanto ela tente. Mas, tirando isso, tudo está normal.

Rose está indo com Dimitri encontrar Arthur Schoenberg, um dhampir muito respeitado por todos, para um dos testes mais importantes de sua vida. Arthur Schoenberg vive com uma família Moroi em uma grande casa isolada do mundo humano. Chegando lá, eles logo percebem algo de errado. Rose e Dimitri encontram Arthur Schoenberg, junto de muitos Morois, todos mortos dentro da casa. É uma visão horrível. Os Strigoi os pegaram desprevenidos, e tudo indica que tiveram ajuda humana.

Esse ataque trás pânico à sociedade Moroi, pois todos sabem que os Strigoi não conseguem viver juntos, eles acabam sempre se virando uns contra os outros. E esse ataque reuniu um grande número de Strigoi, e mais a ajuda de humanos, algo nunca visto antes. As famílias não têm coragem de tirar seus filhos da Escola, e vão ter que passar o Natal separados.

É nessa hora que surge uma ideia. A escola está organizando uma viagem para uma estação de Esqui, onde todos poderão se encontrar e passar o feriado juntos. Além disso, assim terá mais guardiões que poderão mantê-los a salvo. Mas essa junção de pessoas trás uma pessoa à Escola que Rose não tem a menor vontade de ver: Janine Hathaway, uma dhampir super respeitada por todos, e sua mãe.

Rose guarda muitas mágoas da mãe, que a “abandonou” na escola quando ela ainda era muito pequena, para poder ser guardiã. As duas não se dão nada bem. E Rose não tem a menor vontade de mudar isso. E aí já viu como as coisas vão, né? Rose é impulsiva, fala o que vem na cabeça, e não mede as consequências. Ela já está melhorando muito seu temperamento, mas com a mãe, ela perde a cabeça.

Um novo ataque faz com que a sociedade Moroi, já em pânico, vire um caos. Reuniões são feitas, ideias são dadas, mas os Moroi da realeza só fazem mesmo o que eles sabem fazer de melhor: falar. Acontece que há pessoas que não estão satisfeitas com o que está sendo feito. Ou melhor, com o que não está sendo feito, já que ninguém foi atrás dos Strigoi. E é aí que está o verdadeiro perigo, pois eles estão se deixando levar pela raiva e pela sede de vingança, e esquecendo que precisariam de um plano antes de fazer qualquer coisa.

Bom, nesse livro a amizade da Rose com a Lissa fica mais de lado, e dá lugar para outros personagens aparecerem, como o Christian *---*. Ele é definitivamente meu personagem preferido de todos os tempos, eu AMO ele. Outros personagens que antes não eram tão importantes, como o Mason, entram com tudo nessa história e te surpreendem completamente.

Outro personagem que aparece é o Adrian. Adrian Ivashkov é um Moroi de família Real que tem uma reputação terrível por estar sempre bêbado e por outras coisas. Ele se interessa por Rose e começa a aparecer bastante na história. Além disso, ele tem um estranho interesse em Lissa, algo que Christian não gosta nem um pouco, mas acaba sendo forçado a aceitar a amizade deles. Adrian é um personagem incrível, que aos poucos vai ganhando cada vez mais importância na história.

Aura Negra é um livro perfeito, que vale MUITO a pena ser lido. Para falar a verdade a série toda é perfeita, mas enfim. A Richelle escreve muito bem, é uma das minhas autoras preferidas, e eu não tenho mais o que falar, só: Leiam este livro, vocês não vão se arrepender.

Série:
1. O Beijo das Sombras (resenha)
2. Aura Negra
3. Tocada Pelas Sombras (resenha)
4. Promessa de Sangue (resenha)
5. Laços do Espírito (resenha)
6. Último Sacrifício (resenha).


Tecnologia do Blogger.