Split Second – David Baldacci:
Título em português: Por uma Fração de Segundo
Número de páginas: 512
Classificação: 4/5
Onde comprar: Book Depository, Amazon

Resenha:
Depois de ler Traição em Família e me apaixonar pelos personagens principais, eu tive que ir correndo atrás dos outros livros da “série”. Split Second é o primeiro livro da história do Sean e da Michelle.

Sendo o primeiro livro, ele conta basicamente como o Sean e a Michelle se conheceram e formaram essa parceria entre os dois, além de nos mostrar o porquê de os dois terem sido “expulsos” do Serviço Secreto.

Sean King perdeu seu cargo depois de deixar um candidato a presidência ser morto em sua frente, oito anos antes. Michelle Maxwell agora é acusada de perder um candidato à presidência em uma casa funerária, onde ele simplesmente desapareceu. Aparentemente, os dois casos não tem nada em comum. Mas uma série de eventos parece interligar os dois crimes.

Sean agora é um advogado em uma cidade pequena. Ao entrar em seu escritório numa manhã, ele encontra um homem que trabalhou com ele morto. A história ganha grande importância quando descobrem que Howard Jennings era membro do WITSEC, um programa de proteção a testemunhas. A televisão não para de falar disso, e o pior, Sean é o maior suspeito, já que sua arma foi reconhecida como a arma do crime.

Michelle não está em melhores condições. Depois de John Bruno literalmente desaparecer da casa funerária, a mídia está toda em cima dela, condenando-a. Para esquecer um pouco o assunto, ela começa a tentar descobrir o que realmente aconteceu quando Sean olhou para o lado no exato momento em que Arnold Ramsey disparava contra o candidato à presidência Clyde Ritter, matando-o na hora.

Os dois não se conhecem, e vivem em lugares bem distantes, mas eles têm uma coisa em comum: os dois cometeram erros e se ferraram no Serviço Secreto, e ninguém vai esquecer disso tão cedo. Então, quando eles se juntam para tentar desvendar esses dois crimes que de alguma forma se ligam, eles acabam percebendo que têm muito mais em comum, e que essa parceria funciona muito bem entre eles.

Esse livro, sendo o primeiro, é mais uma introdução para nos mostrar como eles viraram parceiros e tal. Eu o achei meio cansativo. Não sei se era porque estava em inglês, se era porque ele é grande, ou pelos dois, mas eu acho que o livro podia ter sido mais rápido. Sei lá, eu lia, lia e lia, e não acabava nunca rs. Essa é a minha única reclamação, porque a história foi ótima, e eu adorei conhecer mais os personagens.

Adoro a parceria entre eles, me lembra o Booth e a Bones nas primeiras temporadas da série (sim, vocês vão me ver direto comparando essa série com Bones, porque o Sean me lembra muito o Booth, e a Michelle e o Sean juntos me lembram a Bones e Booth). Enfim, recomendo bastante esse livro, apesar de ter gostado bem mais de Traição em Família. Vou correndo ler Hour Game.

Série:
1. Split Second
2. Hour Game (resenha)
3. Simple Genius (resenha)
4. Traição em Família (resenha)
5. O Sexto Homem (resenha)
6. King and Maxwell.


Tecnologia do Blogger.