A Filha do Ferro - Julie Kagawa:
Série: Os Encantados de Ferro #2
Editora: Underworld
Número de páginas: 352
Classificação: 4/5

Resenha:
Esse é o segundo livro da série, então se você não leu o primeiro ainda, eu aconselho que você não leia esta resenha, pois ela contém spoilers de O Rei do Ferro.

Eu me apaixonei por essa série lendo o primeiro livro. Então, eu fiquei muito curiosa para ler o segundo, e saí correndo atrás dele para ler. O Rei do Ferro termina com a Meghan deixando o irmão em casa e seguindo com Ash para a Corte de Inverno. Tem um conto antes do segundo, que se chama Passagem para o Inverno, que conta, como o nome já diz, como é a ida deles pra lá.

A Filha do Ferro começa com a Meghan sonhando com o Rei Machina (e sim, é um pouco confuso, porque o livro não avisa que é um sonho, e sabendo o que acontece no primeiro livro, fica um pouquinho confuso). É acordada por Tiaothin, uma poukha, que a avisa que a rainha a está esperando. "Presa" na Corte Unsellie a um tempinho, Meghan já estava esperando um encontro com a rainha, mas isso não tornou tudo menos assustador.

A rainha Mab a odeia, mas isso ela já sabia. Ela a acusa de forçar o príncipe Ash, seu filho, a fazer um contrato que poderia ter acabado com a sua vida. Falar de Ash faz Meghan pensar em onde ele está, porque sumiu logo depois que a deixou na corte? Meg fala para a rainha sobre o Reino de Ferro, mas Mab não acredita nela, nem mesmo quando Ash aparece e confirma o que Meg disse. Porém, ele a despreza completamente, o que a faz quase começar a chorar na frente da rainha.

Isso faz Meghan começar a se perguntar se tudo aquilo que viveu com Ash foi real, ou foi apenas um jeito mais fácil de trazê-la com ele. Bom, acho que não dá pra falar muita coisa, senão eu acabo contando a história toda, mas para quem ainda não leu essa série, corra e leia, você não vai se arrepender.

Sobre os personagens, a Meghan não é burra, não é fraca, muito pelo contrário, ela sabe o que fazer quando precisa, é bem decidida, e é só um pouco lerda as vezes, mas quem não é? O Ash é perfeito, sou apaixonada por ele, e é só isso que eu vou dizer. Mas o Puck é meu preferido, eu amo ele demais, e, apesar de eu amar o Ash também, o Puck ultrapassou ele (e não, isso não quer dizer que eu torço pela Meghan e o Puck ficarem juntos, e nem que eu não torço).

Não gosto da Rainha Mab, nunca gostei, e acredito que nunca vá gostar. O mesmo vale para todos os outros reis e rainhas que existem nesse livro. Dos dois irmãos do Ash, um eu odeio, e o outro eu amo, mas eu não posso falar qual é qual. O irmãozinho da Meghan, o Ethan, continua a coisa mais fofa do mundo, e, apesar dele continuar a aparecer pouco, eu continuo amando ele demais rs. Por fim, eu não podia acabar sem falar do Grim. Apesar de continuar comparando ele com o gato de Alice no País das Maravilhas, eu adoro ele, acaba aparecendo quando menos se espera (e desaparecendo também). Tem muitos outros personagens importantes, mas não dá para falar quem são porque acaba sendo spoiler.

Eu não vou comentar a edição brasileira do livro, a da Underworld, porque, apesar de eu ter ela, eu não li o livro em português. E, como a maioria das pessoas não tem o livro em português, já que a editora sumiu, nem adianta. Meus comentários serão só sobre a capa do livro, que é linda, e muito bem feita.

Eu adoro essa série, e a recomendo sempre a todos os que gostam de histórias nesse estilo. Porém, está difícil de encontrar os livros e, mesmo conseguindo os primeiros dois livros, o resto não foi lançado aqui no Brasil. Então, eu recomendo a leitura para pessoas que leiam em inglês, porque, ao contrário, você só vai passar raiva sem poder ler o final da história, infelizmente.

Série:
1. O Rei do Ferro (resenha)
1.5. Passagem para o Inverno
2. A Filha do Ferro
3. The Iron Queen
3.5. Summer’s Crossing
4. The Iron Knight


Tecnologia do Blogger.