Eie gente (:
Bom, pra começar, eu não sou do blog, meu nome (Camilla Rupert) só está ali do lado porque as meninas insistiram dizendo que eu faço um monte de coisa pro blog (eu não faço nadica de nada mas ok) e eu só deixei elas colocarem hoje porque eu avisei que eu não ia fazer nenhuma postagem, só essa mesmo porque eu queria falar de uma série que eu amo muito e que elas ainda não tinham falado, Os Vampiros de Morganville *--*. Como só saiu Casa Glass eu vou falar dele, o primeiro título da Underworld - tinha que ser nessa editora super fofa né?
Ok vou parar de enrolar..
Aa e avisando, não é bem uma resenha, pelo menos não parece uma.

Autora: Rachel Caine                    1º capítulo
Editora: Underworld                     Compre aqui
Número de páginas: 288
Nome original: Glass House - The Morganville Vampires

Sinopse:
A caloura do primeiro ano da faculdade Claire Danvers não suporta mais sua situação de pesadelo no seu dormitório, onde as meninas populares nunca a deixam esquecer exatamente que lugar ela ocupa na cena social da escola: algum lugar abaixo de zero. Quando Claire vai para fora do campus, a imponente casa antiga que ela encontra um quarto pode não ser muito melhor. Seus novos colegas de quarto não mostram muitos sinais de vida. Mas eles vão proteger Claire quando os segredos mais profundos da cidade virem a tona, famintos por sangue fresco.

Eu sempre quis ler esse livro, eu tinha gostado da sinopse e todo mundo falava bem dele, só que toda vez que eu ia começar, me dava um preguiça e eu desistia rapidinho, mas depois que eu passei do primeiro parágrafo eu não conseguia mais parar de ler, ele totalmente me prendeu.

Todo narrado em 3ª pessoa pela visão da Claire, é um livro de vampiros, mas meio diferente, aqui os personagens principais não são vampiros, nem estão apaixonados por eles, até porque eles não são nem um pouco bonzinhos. A cidade inteira é comandada por vampiros, e, se você quer sobreviver, vire propriedade de um e peça proteção ou se esconda muito bem à noite.

No início eu achei que a principalzinha fosse daquelas super certinhas e chatas, que chora por tudo no lugar de fazer alguma coisa, não toma atitudes sabe? Mas não, ok, ela faz algumas besteiras, principalmente por ingenuidade e porque não segue o próprio instinto, sério, se você acha que tem algo errado então não vá adiante, só que ela é do tipo que com o decorrer da série vai aprendendo, e contanto que ela não faça mais muitas idiotices que me façam pensar: idiota-eu-quero-muito-te-bater, eu vou continuar a realmente adorar ela.

Inteligente, que ama estudar, apesar de estar morrendo de medo, ela não vai desistir do que ela quer, se ela começa uma coisa ela termina e realmente, realmente odeia quando dizem que ela é criança só por ter 16 anos ei, qual é, eu tenho 16 o.O

Adiantada, ela entra na faculdade do Texas e sem querer acaba fazendo a popular e nada gentil Monica Morrell parecer burra e é claro que isso não ia ficar barato, ela e suas moniquetes passam a infernizar a vida de Claire fazendo-a se sentir a pior das piores, até finalmente se cansarem disso, e não, isso não é uma coisa boa, porque agora, elas estão indo pra matar.

Morrendo de medo e não aguentando mais, a primeiranista resolve sair do dormitório e procurar um quarto pra alugar. Aí é que a história começa a ficar mais interessante, ela acha a Casa Glass com seus moradores misteriosos:

A Eve Rosser, uma kluts, gótica e que definitivamente é fã do lado negro.

Michael Glass, dono da casa meio óbvio, dã e o mais velho dos três (totalmente maravilhoso quando toca sua música e quando não toca também). Aaa, e é claro, ele dorme o dia todo então você nunca vai ver ele por aí enquanto tiver sol.

E por último e mais importante, Shane Collins (sou um pouco suspeita pra falar dele então não liguem pro 'mais importante', nem se eu exagerar um pouquinho, é porque eu completamente amo ele *-*), ele é lindo, corajoso em alguns aspectos (ele tem o ponto fraco ué, mas eu não acho que isso faça dele um covarde e ele consegue melhorar isso no decorrer da série, o que faz com que eu o ame ainda mais), apesar de ser suuuper cabeça dura, ele é fiel, já passou por muita coisa, adora matar zumbis (video game ok?) e super quente, hoho (66'
E se você quiser falar com ele, bom, boa sorte com isso então, ninguém nunca sabe onde diabos ele está.

Como se não bastasse irritar a pessoa errada, ser ameaçada de morte e ir morar numa casa cheia de mistérios e adolescentes (torcendo pros seus pais não descobrirem), Claire ainda vai descobrir que nem todo mundo é o que parece, que existem muitos segredos por trás de Morganville, e que se meter no meio deles nem sempre é uma boa ideia.

Sinceramente eu não sei sobre a digitação porque eu não li ele no livro mesmo, eu já vi muitos comentários ruins sobre isso, mas eu espero que a formatação do livro não esteja tão ruim a ponto de estragar o livro, e como eu gostei, talvez por ter lido todos até o 8, eu com certeza vou comprar (até porque já vai ser a 2ª edição), só estou esperando a Under responder meu pedido de hardcover *-* é tão lindinho o hard euquero.

Enfim, eu achei difícil não gostar desse livro, até mesmo pros meninos ele é bom, ele não é todo meloso, tem ação, é divertido, eu gosto de muito dos personagens, tem horas que você fica ansioso ou que você acha super fofo e horas que dá vontade de gritar como com aquele final, tipo como assim? eu preciso de mais, o que vai acontecer?

Capa do segundo volume da série aqui no Brasil:
Gente desculpa se tiver horrível, e eu só tiver falado besteira, mas enfim, podem ser sinceros ok?

Obs: Aaa quem clicar nos nomes dos personagens vai ver os wallpapers de Morganville, meu plano de fundo já está com o do Shane *----* tão fofinho... Enfim, todos os linkzinhos levam a um lugar diferente, só clicar (:

Camilla Rupert


Tecnologia do Blogger.