Firelight - Sophie Jordan:
Série: Firelight #1
Editora: Agir
Número de páginas: 291
Classificação: 3/5

Resenha:
Bom, primeiramente eu tenho que dizer que é um livro muito fofo. A história é boa, e eu nunca tinha lido nada sobre dragões além dos dragões de Harry Potter, que não contam, então para mim era novidade.

O livro é narrado por Jacinda, uma Draki (é uma espécie que evoluiu dos dragões, eles se transformam em humanos para se proteger) Cuspidora de Fogo, a única em seu clã a séculos, ou seja, todos estão sempre em cima dela. Ela é prometida em casamento à Cassian, o filho do líder, e eles esperam que eles possam se reproduzir e gerarem mais Drakis cuspidores de fogo. É importante observar que ela não está nem um pouco de acordo com isso.

Ela vive com sua mãe e com sua irmã gêmea, Tamra, que nunca incorporou, ou seja, ela não é uma Draki, é uma simples humana. Sua mãe matou a sua parte Draki porque ela não gostava, e seu pai foi morto uns anos antes por caçadores.

O livro começa mostrando Jacinda e Az, sua melhor amiga, desrespeitando as regras do clã e incorporando a luz do dia, para poderem voar. Mas algo inesperado acontece: os caçadores aparecem, e elas fogem enquanto podem, até que Jacinda é atingida na asa e cai na água, onde se esconde em uma gruta. Os caçadores veem, e um deles, Will, pula na água atrás dela e a encontra. Ela se desespera, mas ele não faz nada, apenas fala para os caçadores que ela não está lá, salvando sua vida, e depois vai embora.

"Ele levanta a mão. Eu não recuo quando ele fecha uma palma larga e quente e segura meu braço. Sentindo, testando. Seu toque desliza para baixo, e tenho certeza de que ele está comparando minha pele - pele draki - com a pele humana. Sua palma para, cola nas costas da minha mão, descansa nos meus dedos longos com aspecto de garras. Esse contato dispara uma onda de calor pelo meu corpo. Ele sente o mesmo. Arregala os olhos. Um tom avelã encantador. Verde pontilhado de castanho e dourado. As cores que eu amo. As cores da terra. Aquele olhar vagueia sobre o meu cabelo molhado e emaranhado roçando o chão de pedra. Eu me pego desejando que ele pudesse ver a garota dentro do dragão. Um ruído escapa de seus lábios. Uma palavra. Eu a ouço, mas penso: não. Ele não disse aquilo. - Will - grita alguém lá em cima."

O clã descobre o "passeio" dela e de Az, e todos ficam doidos. A mãe dela resolve que está na hora das três (ela, Jacinda e Tamra) irem embora do clã, dizendo que é o que elas devem fazer. Tamra aceita na hora, pois ela sempre foi deixada de lado por não ter incorporado, mas Jacinda não quer ir, não quer matar seu Draki e se tornar uma humana como a mãe fez, apesar de esse ser o maior desejo de sua mãe.

Apesar da insistência de Jacinda, as três fogem no meio da noite, indo parar em uma cidadezinha no meio do deserto, onde elas poderão começar do zero, além de que, de acordo com a mãe, lá será um lugar mais fácil para o Draki de Jacinda finalmente morrer. Jacinda sente que sua mãe está falando a verdade, mas ela não está assim tão determinada a deixar isso acontecer.

Elas vão para uma escola, e é onde Jacinda vê alguém que faz com que o seu Draki se desperte dentro dela: Will. Ela sabe do perigo que ela corre ao ficar perto dele, mas ela também sabe que sua parte Draki só está viva ainda por sua causa, se ela se afastar dele, essa parte com certeza morrerá. É aí que a história começa de verdade.

Eu gosto bastante da Jacinda, ela é determinada, não é burra, e não deixa que as pessoas a controlem. Eu definitivamente não gosto da mãe dela, acho ela muito egoísta, não acho que ela tenha o direito de tomar uma decisão dessas pela filha. Eu gosto da Tamra, não sei porque, tipo, ela é egoísta e essas coisas, mas ela só está tentando viver a vida dela, ela foi privada disso a vida toda, sei lá, e dá pra perceber o quanto ela se preocupa com a irmã.

Eu gostei muito da Az, achei ela fofinha e tal. Também gostei muito da amiga dela da escola, ela é muito engraçada, e não é daquelas amigas dos livros que sempre me dão raiva rs. Bom, eu também gosto muito do Cassian, dá pra ver que ele realmente gosta da Jacinda, e que se preocupa com a Tamra, e ele é muito fofo *-*.

Vocês devem estar se perguntando se eu gostei de todos os personagens, né? Porque até agora eu só falei que não gostei da mãe dela, mas eu também não gostei do pai do Cassian, e odiei a família do Will rs. Bom, eu deixei o Will por último... eu amei ele, sério, o jeito que ele vive, eu acho ele muito corajoso, adoro ele :).

A história é super fofa, e o final acaba de uma maneira que te deixa muito ansiosa para ler o próximo, que provavelmente não deve sair por aqui.

Série:
1. Firelight
2. Vanish
3. Hidden.


Tecnologia do Blogger.